28/07/2014
Franz Alemão morreu

Franz Alemão.
Morreu Franz .Meu velho companheiro de bancada .
Foi pro céu , tenho certeza .
Franz foi um sujeito que trabalhou e conviveu comigo numa empresa que trabalhei por quase dez anos , no bairro da Lapa em S Paulo .Era década de 60 e trabalhávamos na Ferramentaria da empresa , era meu vizinho de bancada .Formamos grande amizade .
O pai de Franz era um dos chefes da empresa e ele foi colocado lá na Ferramentaria , prá desenvolver alguma aptidão em mecânica . Franz tinha uma espécie de retardo mental , leve , rosto torto , babava um pouco e expressava-se com alguma dificuldade . Também andava esquisito mas era rápido em suas passadas . Ele tinha alguma vergonha em ser assim por isso era amuado , triste porém , inteligente e perseverante .
Eu e o pessoal da seção , sempre o ajudávamos nas suas tarefas a acompanhávamos com carinho seus progressos na profissão .Almoçavamos juntos , olhávamos a mulherada , falávamos muita merda e eu sempre fingia que iria  chamar uma “ perversa “ prá conversar com ele , o que o deixava desconcertado , vermelho e desesperado pois ele tinha vergonha de si mesmo .Eu , lógico , nunca iria fazer isso com ele , era só prá mexer com o alemão .
Um dia , Franz me disse que jogava bola no clube onde seus pais frequentavam em fins de semana ; Não acreditei pois Franz era meio ...torto ....espigão corrido .....esquisito e eu não  imaginava-o correndo atrás de uma bola .
Como Franz lia os Boletins do Clube da empresa , pediu prá que eu o levasse lá aos sábados cedo , prá ele jogar bola com o pessoal . O time da empresa era respeitado , disputava campeonatos do SESI , Jornal Ultima Hora , Industrial Regional e uscambau e resolvi falar com o Sr Paulão que era o responsável técnico pelo time . Sr Paulão conhecia o pai de Franz e mandou -o aparecer por lá no sábado próximo . Franz exultou !!
Chega sábado e ao chegar no campo do Nacional da Lapa , onde jogavamos , quem vejo , num canto , com uma mochila nas costas ????  O Franz .
Levei-o até o Sr Paulão , apresentei-o e o Sr Paulão perguntou –lhe ( com um leve sorriso de deboche ) qual era sua posição no futebol ??
Ponta Esquerda , respondeu-lhe Franz . Sr Paulão retrucou , - ora , ora , Zagalo , Canhoteiro e Pepe que se cuidem pois este cara pode tirar o lugar deles na seleção ....e sorriu . Franz não entendeu e nada respondeu . Ficou numa alegria só  ao adentrar o vestiário e encontrar o Nilsinho da Bonilha , O Baiano do Piccinin , eu e o Caveira do Pirituba que trabalhavam com ele na Ferramentaria .
Fizemos festa e ele gostou ; Paramentou-se e fomos bater bola antes do jogo começar ....impressionante ...Franz tinha bom controle de bola , fazia embaixadas e demonstrou não ser analfabeto de bola como pensavam todos .
Na metade do segundo tempo , o Sr Paulão resolveu colocar o Franz em campo .Ele avermelhou-se pois nunca tinha jogado futebol “ oficial “ como ele dizia . Ficamos curiosos . Entrou o Franz no lugar de Alemão Preto , um veterano crioulo driblador .Algo me dizia que estava prá acontecer algo inusitado e acertei o palpite pois ao receber a sua primeira bola , Franz tocou certinho pro Jacob , outro veterano volante da equipe , recebeu de volta na frente , deu alguns passos gingando e pasmem , disparou um petardo que explodiu na trave do goleiro adversário.
Inutil dizer que os nossos poucos torcedores foram á loucura  . Franz recebeu mais algumas bolas e devolveu-as direitinho aos seus companheiros , só não fazendo gol por falta de oportunidade mesmo . Virou xodó do pessoal logo no primeiro jogo . Isso fez um bem danado á ele . Jogou mais umas dez a quinze partidas pela empresa inclusive uma delas na equipe principal , nunca decepcionando . Não é um craque , dizia o Sr Paulão , mas perna de páu , tb não é !!!! 
Franz ficou um pouco mais alegre pois toda segunda feira , via seu nome no quadro da empresa , setor esportes , indicando que tinha jogado pelo time e sua avaliação técnica . Ficava orgulhoso disso . Passou á ter o respeito de todos .
Após algum tempo de convívio , sempre andando junto comigo , numa manhã , estávamos desmontando um estampo numa prensa , ele se vira para mim e diz = Poeta ( ele me chamava assim ) EU TE AMO !!!!
Gelei , pensei mil coisas , engasguei , tossi  pois ignorante como eu era e ainda sou , não percebi na hora , o sentido da palavra AMOR , dita pelo alemãozinho torto e babão .
Fomos grandes amigos . Até cachaça eu o ensinei á beber no infecto Bar da Estação da Lapa . Tomávamos “ Bombeirinho “ ( cachaça c/ groselha )
Saindo da empresa , nunca mais o vi , aliás ...minto ....uns dez anos mais tarde estava eu subindo a Rua XII de Outubro a pé quando passa por mim um Vauxxall inglês (sic) e dele uma voz grita para mim : Fala aí seu merdo , cara de peida !!!!
Desconsertado , vi que era o Franz no carro de , talvez , seus pais , ao que acenei e respondi = Fala aí meu amor !!!!  Ele foi me acenando até virar numa esquina á frente . Nem sei o que pensaram aqueles que estavam com ele  . Era um cara especial , realmente . Vivia duas vidas , uma em casa e outra no trabalho .
Agora  chega a notícia da morte do Franz ......o alemãozinho resolveu morrer ! Pode isso ?????
Será que anjo baba ????  Será que existe anjo torto ?????  Se existir , Franz será um deles. Logo verificarei !!!!!
Valeu companheiro !!!!!!

.
.



Leia outras matérias desta seção
 » Os três Mosqueteiros
 » Erudam-se!!
 » Relato de uma vida vazia
 » A velha carabina
 » Vejo , claramente , a luz apagar-se no fim do túnel
 » Carlos Zéfiro
 » A cueca atômica
 » Cabrunca
 » O cuscuz
 » Eu só queria passar
 » A formatura
 » Um grande amor
 » Festas suspensas
 » Adeus
 » Quase !!!
 » A última viagem
 » CRM Clube Recreativo Melhoramentos
 » Regras atuais para um bom transar
 » A breve vida de Jojô
 » O idioma alemão é fácil

Voltar