13/10/2015
Encoxadas ferroviárias

Estava eu , aqui em minha cela de hotel , em Fraiburgo SC , onde moro atualmente , pensando um pouco na vida pois ainda é cedo para os aperitivos dominicais  e como sempre , minha mente começou a ativar-se , no tranco mas , começou ....
 
Pensei em escrever algo sobre o Ademar d P B , velho guerreiro encoxador profissional dos trens da velha EFSJ . Hoje , o miserável estaria preso , sem duvida , pois o movimento anti sacanagem férrea é muito grande.
 
A sociedade mudou muito ( prá pior ) ; O que ontem era céu , glamour , hoje virou inferno , pecado , graças á manipulação das forças emergentes ,corretas ou não , que dirigem este país .
Lembro-me bem do Ademar d P B , sujeito simples , auxiliar de escritórios jurídicos do centro de SP , conhecedor profundo dos cartórios e delegacias do centro  , onde transitava com desenvoltura e precisão . Ganhava seu miserável salário e o distribuía equitativamente ás mulheres da R Couto de Magalhães , Trololó e Pça Julio Mesquita . Quase sempre estava duro ( no dinheiro ) mas , feliz , muito feliz .........nós  o chamávamos de Raul Klein ....mas isso é outra longa história que corará o demônio se eu contar agora ....... 
 
Ademar nunca bebeu , nunca divertiu-se , apenas encoxava e vangloriava-se disso ; Era seu mettier ( literalmente falando ) . Na chegada dos trens superlotados , ele sempre  deixava nosso grupinho e ia para seus lugares cativos no vagão , hoje aqui , amanhã ali , após amanhã acolá onde já esperavam-no,  tenros glúteos famintos por um pouco de emoção . Sim pois essas trabalhadoras dormiam com bêbados , mal cheirosos , canalhas  , biltres maridos ou concubinos e achavam em Ademar , a emoção necessária do dia a dia . Hoje ........daria cadeia pura , surra , linchamento  ............putz  ......   como mudou o mundo.
 
Um dia brigamos feio  pois eu o acusei ( era para ser uma brincadeira e dei-me mal ) de “ trabalhar “ os glúteos de Luizinho Margarida , frequentador dos trens suburbanos e ainda um imberbe Drag Queen da zona do meretrício paulistana . Ademar virou bicho , queria partir prá porrada comigo , fugi dele .
 
- Tenho meu circulo de “clientas “, tenho um nome á zelar , tenho um know how encoxatrício , cumpro  meus horários e vem vc com este papo de encoxar viado ?????? Vá pá pú....................eu fui pois mexi no vespeiro e tinha que consertar meu erro .Mas ele estava coberto de razão .Eu gostava dele , cara simples , quietão e tinha um humor fino , mordaz , sempre falando pouco mas atingindo sempre o útero da ferida , na veia , grande encoxador o Ademar . Hoje ........150 anos de cadeia seriam pouco prá ele !!!!!!!
 
Após mudar-me para a Cresciúma , nunca mais o vi . Perguntei um dia pro Waldemar Sapo , pro Dr Sete , pro Renato Vicente mas.....ninguém sabia seu paradeiro .
Até me falaram eu ele foi abatido por um marido ciumento mas, felizmente não confirmei a notícia.
 
Mas  era um artista do sexo . Nunca um atleta e sim , artista pois sempre na surdina , fazia a festa de muita senhora , muita garota dos lotados trens da CPTM .
 
Evoé Ademar !!!!
 

Fred Assoni

Leia outras matérias desta seção
 » Os três Mosqueteiros
 » Erudam-se!!
 » Relato de uma vida vazia
 » A velha carabina
 » Vejo , claramente , a luz apagar-se no fim do túnel
 » Carlos Zéfiro
 » A cueca atômica
 » Cabrunca
 » O cuscuz
 » Eu só queria passar
 » A formatura
 » Um grande amor
 » Festas suspensas
 » Adeus
 » Quase !!!
 » A última viagem
 » CRM Clube Recreativo Melhoramentos
 » Regras atuais para um bom transar
 » A breve vida de Jojô
 » O idioma alemão é fácil

Voltar