30/10/2018
Desmanche de Mulheres

**** ATENÇÃO****   TEXTO NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS. 

Sinceridade , não sou do tipo que chama a atenção pelo porte fisico ou coisa parecida .

Já passei dos cinqüenta, meus cabelos já me abandonaram faz alguns anos , e minha protuberante barriga , denota o grande sucesso que tive na arte de beber e comer . Minhas rugas procedem de minha total falta de credibilidade em utilizar protetor solar ( isso não é coisa de homem sério ) aliada á centenas de noites que fiquei sem dormir na expectativa de não ir prá casa sozinho .

Bom , esse sou eu .

Ainda bem que para caras como eu , existem os Desmanches .

O que é um Desmanche ?

Sinceridade , na mesma proporção que existem caras como eu , existem mulheres com características semelhantes . Se não são carecas , tem cabelos mal cuidados , se a barriga não é tão grande como a minha , tem aquela coisa instalada ali na frente . Ruga então , pqp , não quero falar disso .

Voltando ao assunto , um Desmanche é um local onde se tem música bebida , um globo vagabundo rodando no teto , banheiro mal cuidado etc . O local tem que ser escuro porque , sinceridade , com muita luz , ninguém “pegaria” ninguém .

A balada que sempre vou ( Desmanche ) fica perto de minha casa pois não tenho carro e , se arrumo alguma coisa , estou perto da minha casa e dá prá voltar á pé .

Coloquei minha roupa de passeio , quinzão no bolso , ( cinco prá entrar e dez prá beber alguma coisa e prum cachorro quente na hora de vir embora) e fui á caça . Dancei forró , pagode , lenta ( não sei como chamam estas musicas lentas de hoje mas eu chamo de lenta e acabou ) com uma dez mulheres diferentes . Já passava das tres da manhã e eu num prego do cacête , achando que ia ter mais uma noite de solidão , deparo-me com uma gata .

Não sendo agraciado pela beleza , Deus compensou e me deu um papo bom , isso é comigo mesmo e fui á luta puxando conversa com a loiraça . Aproximei-me ; Era uma loira com uma calça preta com listras amarelas ( essas calças de lycra , de academia ) , uma bota que imitava pele de cobra , um salto bem alto ( o cano da bota ia até os joelhos ) que limitava os movimentos da “mocinha” ; Sua blusa era toda cheio de brilho ( não sei como chamam estas coisas ) bem vermelha . Moda não é minha especialidade mas , tudo bem , eu não estava procurando alguém prá ser modelo e sim prá tirar meu atraso. Encostei na menina e pronto , não conversei cinco minutos e ela já aceitou á ir até minha casa .No lugar dela eu também aceitaria pois o primeiro ônibus que iria até seu bairro , só passaria as sete da manhã .

Caminhamos então até o local do abate , ou melhor , até meu apto . Qdo passávamos por postes de luz foi que eu me dei conta da situação pois dava prá ver seu rosto com mais clareza .Amigos , se vcs tem menos de dezesseis anos e estomago meio fraco , aconselho parar a leitura por aqui pois a coisa vai engrossar .

O rosto da bela  tinha mais rugas que o meu saco , já não identificava mais se era loira ou morena aliás , pensando bem , era morena pois o cabelo do ombro prá cima era moreno e do ombro para baixo era loiro . Ela falou-me então que a próxima grana que iria ganhar como diarista na Rodoviária local , iria dar uma ajeitada nos cabelos .

Sinceridade , a dona era até gostosa mas era feia prá caralho , Porém como eu disse acima , eu não queria uma mulher prá bater foto e sim prá comer e fazia tempo que eu estava “ seco” , daí..........vamos nela mesmo .Chegamos . Subimos á pé pois apto de BNH não tem elevador , abri a porta do apto e entramos ; Já fui pegando , juntando , desabotoando , beijando e socando a mão em tudo que era canto qdo ela disse : - Para com isso , que é que vc está pensando ??? sou mulher direita !!!!

Parei e respeitei pois até as feias tem direito á estas frescuras de inicio . Dei mais um beijão , coloquei a mão no bolso , tirei uma balas de menta pois ás quatro da manhã , bebendo , fumando , qualquer um fica com o bafo terrível . Estava reiniciando o abate qdo ela fala : - Acho que já está na hora de ir embora . Puta que o pariu , a gente tem que passar por isso ......Tudo bem , respondi mas , veja minha situação , disse eu e mostrei lhe o Falo enrijecido , hirto , pétreo e cantando árias de amor . Reiniciamos as preliminares naquele ritual básico .

- Passados dez minutos nesta lenga lenga , a Marta ( nome fictício , lógico ) deixou-me tirar sua blusa . Prá tirar a blusa , cumplicô pois as cintas que apertavam seu corpo prá disfarçar a gordura estavam apertadíssimas . Finalmente , com algum esforço , consegui .

- Caraca , o cheiro que saiu debaixo daquela coisa era insuportável ; Se eu não estivesse bem a fim , não teria suportado mas , pensei , a menina passou a noite toda dançando com aquelas tiras amarradas em seu corpo , não poda dar outra coisa . Em cinco minutos , acostumei-me com o cheiro . Prá quem já tinha beijado uma boca fedendo á cigarro , tudo é lucro . Tirei o corpete e comecei á chupar seus tetos , que estavam salgados mas ,como eram prá comer mesmo , um tempero não iria fazer diferença .

Com muito tato , fui derrubando os panos e conhecendo o lado Eva da bitela ; Já quase enlouquecida , ela desabrochou e abriu-se toda . Fui reconhecer o terreno e coloquei meu nariz na zona do agrião ..........caralhas , ainda bem que meu pirulito não tem nariz pois senão , ele não toparia a parada . Quase broxei .

- Háaaa , faltavam as botas , catço ....as malditas botas . Desenrolei uns 500 mts de cadarço de couro daquela merda e qdo as botas afrouxaram , um fedor demoníaco saiu daqueles pés. Tinha um rato morto em cada pé , tenho certeza . Não suportando mais , sugeri tomarmos um banho para melhorar um pouco as coisas ; Entramos no banheiro e ...não tinha água . Eu então , louco prá dar uma trepada , fui ali mesmo . Sentei na privada , peguei-a no colo e dei a primeira ; Depois apertando-a na parede , peguei-a por traz . Prá não gozar muito rápido comecei á contar os nódulos de celulite de sua bunda , cheguei á cem , desisti .

- Ela então começou á reclamar e só então percebi que cada fisgada que eu dava , ela batia a cabeça na parede . Mudamos de posição . Empolgados fomos para o corredor do apto e dei mais duas bombadas e fomos terminar na cama . Dei aquelas gozadas de arder o canal da uretra e ela me disse que tinha dado quatro gozadas ( quem será que estava mentindo eu ou a Marta ????)

Exaustos , entramos na fase de reconstrução das indumentárias ; Ligamos a luz do apto e só então percebi que eu tinha comido aquilo ,

putz ......como sou baixo .......... Colocamos os suplérfluos ( tiras de couro , corpete , enchimentos ) numa sacolinha de supermercado e ela vestiu-se só com o básico e ela me disse ..- Tô com fome !!! ..........Caralhas !!!!!! pensei .......meus quinzão já tinham ido pro espaço e tive uma idéia : Que tal fazermos um Miojo prá comermos ???? perguntei . Idéia aprovada .

Achei o Miojo num armário ; Na geladeira tinha uma lata de molho de macarrão semi aberta , achei dois tomates e fiz a gororoba . Carái , Marta acho que não comia fazia uma semana pois de atacou o prato de Miojo e prá mim sobraram uns dois ou tres fios de macarrão .

Não contente e ainda faminta , Marta pediu-me um troco para o ônibus e eu , duro , recusei . Ela falou um palavrão e foi-se . O affair terminou ali .

Fred Assoni

N.R. O texto é ficção.



Leia outras matérias desta seção
 » Festa na piscina
 » Desmanche de Mulheres
 » Amor e Traição
 » Affair Lotérico
 » Hipocondrismo
 » O presente da sogra
 » A partida
 » A velhice chegou
 » Os três Reis Magos
 » Nóis inverga mas não quebra
 » Churrasco vegano
 » Frida
 » A idade
 » Seu Manduca e Dna Loló
 » Zé Bezerra e as viúvas
 » Minha Santinha faz aniversário
 » Visita do Além
 » Próstata ou nunca mais como salame
 » Jumentina
 » Dona Canô

Voltar