» Colunas » Saúde

28/10/2008
Estudo sugere adiantar tratamento de pessoas com HIV

Um estudo apresentado ontem em uma conferência sobre doenças infecciosas nos EUA sugere que pessoas com HIV deveriam começar o tratamento antes do que geralmente é recomendado.

Devido aos efeitos colaterais do coquetel de remédios anti-Aids, muitos médicos adiam o máximo possível o momento de receitá-lo, esperando haver evidências de dano da doença no paciente. Esse dano é medido pela contagem do número de células imunes, chamadas CD4.

Segundo diretrizes atuais, o tratamento com os anti-retrovirais deve começar quando os pacientes tenham menos de 350 células CD4 por milímetro cúbico de sangue.

Os 8.374 pacientes, acompanhados por pesquisadores da Universidade de Washington, tinham contagem de CD4 de 351 a 500 e nunca haviam tomado o coquetel de remédios antes do estudo.

Durante o estudo, que foi realizado de 1996 a 2006, uma parte deles recebeu o tratamento, enquanto outro grupo esperou até que sua contagem de CD4 fosse menor do que 350. Os resultados mostraram que aqueles que tomaram o remédio precocemente foram mais de 70% menos susceptíveis a morrer no período do estudo do que os que não tomaram.

Segundo estimativas, 33 milhões de pessoas estão infectadas pelo HIV no mundo.

Folha Online

Leia outras matérias desta seção
 » Ponte de Safena e stents não são melhores que medicamentos
 » Nova droga pode reverter Demência
 » Doença grave x Espiritualidade
 » Insônia
 » Stents-bypass ou medicamentos ?
 » Própolis verde
 » Exames de sangue para que servem
 » Exame de Urina tipo 1
 » Estatinas aumentam risco de osteoporose
 » Diabetes tipo 2 - protocolo oficial da SBD - 2019
 » Cocô ! Tratado Geral
 » Dieta Cetogênica
 » Manteiga Ghee como fazer
 » Coração x Café
 » Câncer x Café
 » Terapia anti-câncer CAR-T - USP
 » Própolis - USP-ESALQ
 » Cera de ouvido detecta câncer
 » HPN Hidrocefalia de pressão normal
 » Sal do Himalaia não é o que dizem


Voltar