» Colunas » Saúde

20/07/2009
Insulina sem agulha

Noticias Internacionais
19/7/2009 - Portal Diabetes

O laboratório português MediRex Pharma lançou no mercado, no passado dia 25 de Maio, a SQ Pen®. O dispositivo surge como alternativa à injeção de insulina com agulhas utilizada por cerca de 250 mil diabéticos insulinodependentes, em Portugal.



A SQ Pen® recorre a um método que administra a insulina sob pressão elevada em micro-jato, no tecido subcutâneo, o que permite que a insulina penetre na pele, sem dor e de forma eficaz, assegura a MediRex Pharma, empresa responsável pela sua comercialização em Portugal, relata a revista Semana Médica.



Os responsáveis pelo dispositivo sublinham que este novo método vai permitir acabar com os traumatismos na pele induzidos pelo uso recorrente da agulha, bem como com a dor associada. Além disso, é um método mais adequado para crianças, dado importante uma vez que muitos dos pacientes com diabetes tipo 1 são crianças.



O produto é vendido sob o formato de um kit que inclui o aparelho, adaptadores de insulina, um folheto informativo e um DVD com instruções de utilização. A MediRex Pharma criou um número verde (800 919 110), através do qual é possível encomendar o SQ Pen® e esclarecer dúvidas. O preço estimado da “caneta” é de 260 euros mais IVA.



Estima-se que em Portugal haja cerca de 850 mil diabéticos, dos quais 250 mil são insulinodependentes. A SQ Pen® é de origem holandesa e está presente em vários países europeus desde Janeiro de 2009.

Vamos torcer para que o mesmo seja vendido no Brasil.

portaldiabetes

Leia outras matérias desta seção
 » Canabidiol (maconha) ajuda na dor crônica
 » Idosos alguns cuidados para se manter vivo
 » Alisar cabelo - os perigos
 » O idoso e a demência
 » Coronavac 3ª dose porque tomar
 » Covid19 - Atualização
 » Coronavac x doenças autoimunes
 » Imunização contra covid está comprometida
 » O vírus de Marburg - mais um perigoso
 » Leishmaniose tem mecanismo desvendado
 » Nova abordagem para metástese
 » Quais as diferenças entre as vacinas
 » Coronavírus: A variante Indiana
 » Cárie infantil RX não é indicado
 » Vacinas quando tomar a 2ª dose
 » Vacinas: quanto tempo dura a proteção?
 » CoronaVac para além dos anticorpos
 » Vacinar 15% da população é
 » Coronavírus só a idade não é fator determinante
 » Coronavírus: não existe mais grupos de risco


Voltar