» Colunas » Saúde

17/06/2010
Consumo de alcool para diabéticos

Noticias

Nutrição & Diabetes
16/6/2010 - Quero Viver Bem

Em diabéticos, a ingestão de álcool deve ser realizada junto com o consumo de alimentos, para dificultar o aparecimento de crises de hipoglicemia (queda das taxas de açúcar no sangue). Tanto em diabéticos, como em hipertensos, o consumo de álcool, por dia, não deve ultrapassar a um drinque para a mulher e dois drinques para o homem.
O consumo além de 720 ml de cerveja, ou 240 ml de vinho, ou 60 ml de uma bebida destilada, para os homens, e a metade dessa dose, para as mulheres, poderá alterar a glicemia dos pacientes diabéticos, além de elevar a pressão arterial.

Lembramos que cada grama de etanol (substância que o álcool contém) apresenta sete kcal, ou seja, 720 ml de cerveja apresentam cerca 30 gramas de etanol e mais de 200 kcal. A ingestão regular de bebidas alcoólicas ainda proporciona ganho de peso, além de elevar as taxas de triglicerídeos e ácido úrico.

Não recomendamos o consumo de bebidas alcoólicas, apenas informamos a quantidade limite, referida na literatura médica.

Se você for dirigir, não beba nada que contenha álcool.

Texto revisado por Paulo Daher.


Leia outras matérias desta seção
 » Coronavírus: Aspirina pode ser benéfica
 » Coronavírus: Macrófago é um dos vilões
 » Coronavírus:Pode permanecer mais de 14 dias no organismo
 » Coronavírus:Pacientes resistentes podem ajudar
 » Leucemia linfoide aguda (LLA),
 » Coronavírus:Antiviral é aprovado
 » Coronavírus:catástrofe iminente
 » Coronavírus:vem aí o spray nasal
 » Coronavírus:Quem está com ele pode se vacinar?
 » Coronavírus:Variante P1 está se alastrando rapidamente
 » Paralisia facial reversão com laser
 » Vitamina D:suplemento não tem melhoras
 » Quando as vitaminas se tornam tóxicas
 » Coronavírus-remédio para câncer é esperança
 » Coronavírus:Atividade física não evita agravamento
 » Coronavírus: quanto tempo leva a resposta imunológica da vacina?
 » Vacinação: Perguntas e Respostas
 » Coronavírus :em nossas UTIs as mortes são altas
 » Melatonina uma muralha contra o covid19 no pulmão
 » Coronavírus: A nova variante mais contagiante


Voltar