» Colunas » Saúde

16/12/2010
Diabéticos e as festas de fim de ano

Noticias

Festas de final de ano
15/12/2010 - Fleury

Dra. Claudia Ridel Juzwiak
Dr. André Fernandes Reis

No final de ano é quase impossível fugir das tentações das festas tradicionais. Esse momento do ano é muito importante para dividir com os familiares momentos de confraternização e alegria. Veja como tornar sua ceia numa refeição mais saudável!

Como planejar uma ceia saudável?

A mesa farta é uma das características que herdamos dos portugueses e espanhóis. Além disso, muitos dos alimentos que consumimos combinam mais com o clima frio dessa época na Europa que com o calor tropical. Assim, algumas modificações nos cardápios tradicionais podem representar ótima vantagem para a saúde!

* De prato principal, prefira as carnes brancas, como frango e peru. Inove e inclua peixe como uma das opções. Para acompanhar fuja de molhos à base de creme de leite. Cuidado com preparações como a farofa, rica em gordura.
* Tente incorporar ao seu cardápio preparações leves e menos calóricas. Procure fugir de saladas elaboradas com maionese, o tradicional salpicão. Sempre inclua preparações com verduras e legumes. Quanto mais coloridas, mais atraentes. Substitua a maionese por molho preparado à base de iogurte natural.
* Na sobremesa, dê preferência às frutas frescas como opções aos doces natalinos tradicionais, tais como o panetone e a rabanada. Além das frutas tradicionais, como uva e cereja, inclua outras opções tropicais.

Dica: Inicie o planejamento da ceia com antecedência. Monte o cardápio antes de ir às compras. Conte o número de convidados, calcule as quantidades necessárias e faça a lista de ingredientes. A pesquisa comparativa dos preços e a compra antecipada de alimentos que podem ser estocados no congelador ou na dispensa podem resultar em economia.

Como posso controlar meu consumo numa ceia tradicional?

* Mantenha os horários regulares das demais refeições. Ao pular uma refeição ou adiá-la, você chegará à próxima refeição com mais fome - assim, não espere a ceia com fome - dessa forma fica impossível resistir: faça um lanche com baixo valor calórico e rico em fibras para poder controlar as quantidades na ceia.
* Controle a quantidade! Ao deparar-se com um banquete, o primeiro impulso é servir-se de tudo e abundantemente. Prepare um prato com quantidades pequenas e, se ainda tiver fome, repetir aqueles que mais lhe agradaram, sempre com moderação.
* Aproveite o tempo livre dos feriados para tentar entrar em boa forma. Mesmo se não puder despender de muito tempo, reserve pelo menos 30 minutos diários para caminhar e gastar um pouco das calorias extras consumidas!

Veja abaixo algumas dicas práticas, com base em preparações tradicionais:

Que fazer quando a preparação é...
Peru ou lombo assado
Controle o tamanho da porção. Não coma a pele ou a gordura. Além dos molhos, fique atento ao tipo de recheio utilizado. A carne de aves é menos calórica. Evite as frutas em calda que muitas vezes fazem parte da receita.
Farofa e arroz com lentilha
Mesmo sendo mais calórico do que o arroz branco, o arroz com lentilha ainda é melhor opção do que a farofa, que para ficar "molhada" inclui no seu preparo uma grande quantidade de manteiga
Salpicão
Essas calorias podem variar bastante dependendo da receita. Use maionese light, não acrescente nenhum outro tipo de gordura, use o frango cozido, nunca frito. O melhor mesmo é substitui-lo por uma salada verde - além de poucas calorias, ainda equilibra a refeição fornecendo várias vitaminas e minerais.
Sobremesas: panetone, rabanada, nozes, uva passa e ameixa seca As sobremesas devem ser consumidas com moderação. Prefira as frutas frescas. Controle a quantidade e evite comer todas as opções...

Dependendo da marca, uma fatia de panetone pode fornecer mais do que 360 kcal!

Cuidado com as frutas secas como uva passa e ameixa seca, que concentram grande quantidade de açúcar.

Bebida alcoólica pode ser consumida?

* Respeite seu plano alimentar orientado por médico ou nutricionista. Será permitido o consumo de bebida alcoólica dependendo do grau de controle do diabetes e do tipo de medicamento utilizado. Se puder incluir a bebida alcoólica, tome alguns cuidados:

Não beba em jejum para evitar a hipoglicemia.

Moderação! Não ultrapasse duas doses no caso de homens e uma dose no caso de mulheres: 1 taça de vinho ou champanhe, 1 copo de cerveja ou uma dose de destilado.

Noticias

Nutrição & Diabetes
14/12/2010 - Diabetes

Chegam as festas de final de ano e, logo depois, as férias de verão e muitos abusos alimentares acabam sendo cometidos. Cuidados que vinham sendo tomados durante o ano inteiro muitas vezes são esquecidos e podem prejudicar o bom controle que o diabético vinha exercendo até então sobre sua glicemia. É possível divertir-se nas festas e nas férias e, sem grandes sacrifícios, manter a atenção para alguns fatores fundamentais para o bom controle glicêmico.

A nutricionista Érica Lopes, da Associação Nacional de Assistência ao Diabético (Anad) aconselha que antes da ceia de Natal ou de Ano Novo ou de outras comemorações do final de ano o diabético procure fazer uma refeição com muita verdura e legumes que o ajudarão a não cair nas várias tentações gastronômicas dessa época do ano. Assim, quando chegar a hora de comer o peru ou o tender, será mais fácil contentar-se com pequenas quantidades que não lhe trarão problemas.

Para a sobremesa, a saída é fazer um doce dietético e, se a comemoração for na casa de amigos ou parentes, levar a sua sobremesa como contribuição para o cardápio natalino. Há doces bastante saborosos, incluindo panetones dietéticos, que substituem os tradicionais sem deixar nada a dever, diz Érica.

As frutas típicas da época e que são bastante oleosas, como as nozes ou as castanhas, podem ser consumidas desde que em pequena quantidade. Abusar desse tipo de alimento não é aconselhável para ninguém, muito menos para o diabético, diz a nutricionista. Se for beber, não se deve esquecer de comer alguma coisa para evitar o risco de hipoglicemia. Caso a pessoa tenha cometido abusos, é melhor tomar cuidado no dia seguinte limitando-se a uma dieta leve.

Para as férias, Érica aconselha que os cuidados comecem antes mesmo do momento da partida. Para as viagens de avião, muitas companhias oferecem opções de cardápio especiais que devem ser encomendadas com antecedência, na oportunidade da reserva de passagem. Para viagens por terra, é preciso verificar os horários de parada e locais de alimentação, para garantia de que se terá o acesso a alimentos apropriados. Em caso negativo, o melhor é levar consigo um lanche, com frutas, pães e bolachas. É sempre bom ter também uma bala para o caso de ocorrer uma hipoglicemia.

Durante as férias, Érica aconselha que o diabético procure manter-se dentro de seus horários de alimentação e que escolha, preferencialmente, restaurantes onde possa escolher pratos de legumes e verduras em sua alimentação.








Leia outras matérias desta seção
 » Nova droga pode reverter Demência
 » Doença grave x Espiritualidade
 » Insônia
 » Stents-bypass ou medicamentos ?
 » Própolis verde
 » Exames de sangue para que servem
 » Exame de Urina tipo 1
 » Estatinas aumentam risco de osteoporose
 » Diabetes tipo 2 - protocolo oficial da SBD - 2019
 » Cocô ! Tratado Geral
 » Dieta Cetogênica
 » Manteiga Ghee como fazer
 » Coração x Café
 » Câncer x Café
 » Terapia anti-câncer CAR-T - USP
 » Própolis - USP-ESALQ
 » Cera de ouvido detecta câncer
 » HPN Hidrocefalia de pressão normal
 » Sal do Himalaia não é o que dizem
 » Insuficiência cardíaca: novo medicamento


Voltar