» Colunas » Saúde

Herpes: tratamento no Rio de Janeiro é esperança contra herpes

Experiência na Santa Casa combina o vírus com BCG e dá bons resultados.

Tratamento desenvolvido pelo Serviço de Imunologia da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, que combina o BCG (sigla de Bacilo de Calmette e Guérin) com o vírus do herpes, é uma esperança para quem sofre da doença. A substância já foi usada em 84 pacientes e vem dando ótimos resultados: a maioria se vê livre das feridas ou as tem com menor freqüência e de forma mais branda. Segundo o chefe do serviço, o imunologista Luiz Werber-Bandeira, a associação do BCG diluído (de cem a mil vezes mais diluído do que o usado na vacina contra a tuberculose) com as proteínas do vírus pode ser usada por quem tem herpes simples de repetição, ou seja, herpes labial ou genital recorrentes. O objetivo é estimular o sistema imunológico a reagir contra o herpes. Uma minoria dos que passaram pelo hospital não teve sucesso, explica Werber-Bandeira. "São pessoas que apresentam resistência ao vírus muito baixa." Ele disse que 98% da população mundial tem o vírus, mas nem todos os portadores desenvolvem os sintomas - relacionados com a resistência da pessoa e componentes psíquicos. O estudo da equipe do imunologista foi concluído recentemente. Ele lembrou que outras substâncias já foram tentadas contra o herpes. "Há muito tempo se costuma injetar variações suaves do vírus do herpes para estimular as defesas do organismo contra a doença, mas em grande parte dos pacientes esse procedimento não funcionou." A idéia de associar o BCG ao vírus saiu do estudo do imunologista venezuelano Jacyntho Convit, que, no fim da década de 80 , descobriu que o bacilo era útil no controle da lepra e da leishmaniose. O produto está sendo utilizado na Santa Casa há cerca de quatro anos gratuitamente. Além das 84 pessoas que já foram assistidas à terapia atualmente. Elas vão todo mês ao hospital, recebem as doses, de aplicação subcutânea, e passam por avaliação clínica. O BCG usado pelo hospital é produzido pela Fundação Ataulfo de Paiva, único produtor da América do sul.

Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro - End.: Rua Santa Luzia, 260 - Centro - Rio de Janeiro - Tel.:(021) 2544.4777


O Estado de São Paulo

Leia outras matérias desta seção
 » Coronavírus: Aspirina pode ser benéfica
 » Coronavírus: Macrófago é um dos vilões
 » Coronavírus:Pode permanecer mais de 14 dias no organismo
 » Coronavírus:Pacientes resistentes podem ajudar
 » Leucemia linfoide aguda (LLA),
 » Coronavírus:Antiviral é aprovado
 » Coronavírus:catástrofe iminente
 » Coronavírus:vem aí o spray nasal
 » Coronavírus:Quem está com ele pode se vacinar?
 » Coronavírus:Variante P1 está se alastrando rapidamente
 » Paralisia facial reversão com laser
 » Vitamina D:suplemento não tem melhoras
 » Quando as vitaminas se tornam tóxicas
 » Coronavírus-remédio para câncer é esperança
 » Coronavírus:Atividade física não evita agravamento
 » Coronavírus: quanto tempo leva a resposta imunológica da vacina?
 » Vacinação: Perguntas e Respostas
 » Coronavírus :em nossas UTIs as mortes são altas
 » Melatonina uma muralha contra o covid19 no pulmão
 » Coronavírus: A nova variante mais contagiante


Voltar