09/08/2021
Eis a minha pergunta: “ faço o que agora”?

Todas as Mães,Avós e Bisavós do mundo acabam se perguntando...

De repente:

Um dia desses alguém perguntou : “como estão seus filhos, netos …bisneta?

Foi então que me dei conta que de uma hora para outra, pareceu que a calmaria tinha se instalado na família toda!?

Espera um pouco… até poucos dias…ou seriam meses? Até outro dia eles estavam o tempo todo me buscando, indagando, pedindo receitas, remédios, conselhos, e favores…

Onde estão todos?

Porque agora ninguém fica doente?

Não tem criança pregando sustos?

Onde está aquele tom dramático das filhas no menor sinal de febre de um dos meus netos?

Aqueles telefones tocando nas horas mais inoportunas, para pedir uma opinião sobre a roupa da próxima festa, daquele jantar importante, e o pedido que não poderia faltar:” você pode ficar com as crianças”?…

“Mãeeee!!! Kd vc ?

Hoje eu pergunto:” filhos, netos e até uma bisneta, Kd vocês?”

As notícias tardam a chegar.

Quando pergunto, sempre está tudo bem…

Mas eis que um dia assim como ninguém quer nada, alguém me diz:” mãe, olha fica tranquila, já está tudo bem, mas sabe o fulano, seu neto, então… ele esteve muito doente ,mas fica tranquila, já está td bem. Não se preocupe. Assim percebi que eles todos passaram a esconder, omitir e até mentir para mim. Mas porque?

“ Mãe, vc já não tem idade nem saúde, para se preocupar com nossos problemas!

Que triste sentença essa. Maneira sútil de me dizer: “ você está velha mamãe” !

E eu que tinha achado que o mundo estava perfeito para minha família. Todos cresceram e os problemas terminaram. O dia dia já era todo cor de rosa?!

Acho que fiquei velha mesmo. Viagem na maionese, pirei na batatinha…

O mundo continua o mesmo, os problemas se repetem, as dores ainda se instalam, porém para meus filhos e netos, existe agora uma prioridade especial : “ eu preciso ser poupada, para eles sou frágil agora… e a confraria determinou que eu seria protegida, pois eles me querem VIVA”!

Eis a minha pergunta: “ faço o que agora”?

Me olho no espelho e o que vejo não me desagrada, pois aquela mulher la refletida viveu, vive, aprendeu, aprende ainda, conheceu diversos sentimentos, amou, foi amada, foi magoada, mas também magoou com certeza e no seu coração ainda existe muito amor para doar!

Mas talvez eles tenham razão, embora ela tenha sido forjada no ferro para poder suportar o que lhe foi destinado nessa vida, eis que esse também envelhece, enferruja e com o tempo pode se romper…Nada aqui e eterno a não ser o amor, que transcende barreiras e vive mesmo depois da morte.

E é baseada nesse amor que compreendi o que meus filhos e netos querem de mim… “que eu esteja por perto o mais tempo possível “! O colo da mãe, da avó e bisavó tem que estar ali, o “ cheiro do perfume de jasmim, lavanda e alfazema” traz a paz!

E foi assim que de repente, eu aceitei que envelheci, mas sem perder a graça de achar graça na vida.

Selma - Esteticista

E OS FILHOS DERAM A RESPOSTA

Daniele Rotundo

Sem freio de suas emoções ! peito aberto.

Um mundo tão conhecido para tantas mulheres e pouco falado.

Um texto para deixar mães ,pais, filhos, netos , bisnetos… pensando em como prolongar esta estadia no colo de nossas mães, avós ,,,, Não sabia se sorria ou se estava (estou) errada em como agir com vc.

Vc não é frágil por sua idade , você é um cristal valioso que não podemos deixar de olhar, admirar , e poder eternamente amar .

Mãe sinto tanto sua falta . Mas me sinto muito grata porque eu aprendi com a melhor , forte , guerreira e linda : com vc,… crescer , caminhar e as vezes até ousar .

Me sinto uma velha caquética quando penso na mulher que vc é.

E só há uma opção para mim : estar sempre com vc em meu coração. Mais uma vez parabéns por esta sensibilidade e capacidade de abrir seu coração memo sendo uma pérola escondida .

Orgulho de ser sua filha . Tudo que eu queria era vc aqui comigo .

Te amo ad eternum

 

Matheus Marcos Rotundo

Sim... O mundo muda ... As pessoas mudam... Nunca importou o remédio ou o conselho! Poderia buscar um médico ou aprender com a vida... Você ensinou isso... Nos preparou... Porém o que realmente importa é sua companhia! O mundo precisa do jasmim... Necessita de seu perfume, sua segurança e paz... Temos que poupar... Não podemos gastar o frasco todo em um único evento! É preferível deixar de ir no evento do que ir sem seu perfume.

Não sou um bom exemplo, preciso de ajuda, conforto, paz e companhia... Como eu sempre faço: não precisa dizer nada.. só estar perto basta! É o porto seguro, o local sagrado ou a luz na escuridão. Gostaria de verdade que seu texto se aplica-se a minha pessoa! Invejo quem pode e consegue poupa-la... Mas eu não sou perfeito, vocês fizeram o melhor, com amor.... Mas estou longe de ser um exemplo a ser seguido, ou um porto seguro, ou mesmo uma referência de paz...

Sou imperfeito, incorreto e tenho problemas que não sei resolver... Mas mesmo assim, não prefiro a perfeição, a exatidão do certo ou a resolução de meus entraves se for p estar distante... Quando um aluno me agradece, sempre digo a mesma coisa: agradeça meus pais pelo exemplo e oportunidade de estar aqui, o resto vem de brinde... Queria ser mais justo, mas o mundo não é...

Então qdo me confronto com ele e geralmente quebro a cara, eu sei que terei um alento.. um colo, um momento de paz! O mundo é imenso, mas não me basta qdo necessito... Só vcs me fazem seguir, tentar mudar, eu e o mundo! Carrego muitas cicatrizes desta luta... Algumas tão profundas que nem ouço seu fim ... Mas vcs são minha referência, meu porto de atracação...

 

 

 



Leia outras matérias desta seção
 » Tudo parecia caminhar para o fim?
 » Eis a minha pergunta: “ faço o que agora”?
 » Estado neardenthal?
 » No mundo dos "Es", pensando como pensar
 » Pensando como pensar
 » 2020 - Cicatrizes na alma
 » João, Pedro e Rita - parte II
 » O mês do cachorro louco
 » O peso das coisas
 » João, Pedro e Rita
 » E se tudo isso não passar
 » Diário caótico sobre o coronavírus
 » Oração de aniversário
 » Encontros & Desencontros II
 » Encontros & Desencontros e o tempo
 » O tempo e a mulher do espelho
 » A mulher do Espelho
 » Sou mas quem não é (pirada)
 » Biblioteca
 » Carta para os olhos vazarem

Voltar