13/01/06
Efeito Subliminar - Parte 4

Sendo um dos bons inventos do século passado, a televisão conforme tem sido manipulada, tornou-se instrumento maior sugestionador do povo daqui. Diferente da técnica usada para o efeito subliminar no cinema, na televisão utiliza-se a repetição como forma de influenciar e sugestionar pessoas. Para isso, repetidas vezes entre um programa e outro como também nas suas pausas para intervalo comercial, anúncio sobre um ou anúncios sobre outros programas, exaustivamente são repetidos para reforçarem a influência nos telespectadores e interessá-los psicologicamente para assisti-los. Em outras palavras, isso tem um efeito subliminar e não é proibido por lei. (Que pena!) Repeteco é um pé no saco!
A televisão, sendo audiovisual, é muito contundente para bombardear o povo com suas sugestões, “obrigando-o” a assistir seus programas –no mais das vezes--medíocres.
Um instrumento inventado para distrair parece que está para destruir.
Com seus noticiários, esse carro-chefe da mídia faz com que, aqueles com pouco discernimento, só falem sobre o que a mídia quer. Sobre a hipnose das novelas, do futebol e da política, é preciso reconhecer, são as maravilhas desta época privilegiada e a televisão é a verdadeira solidária com tudo isso que precisamos tanto para ser feliz. Irmanada com a maioria, em sua prioridade pela religião da quantidade, a televisão nos transmite tudo o que “todos” querem. Não devemos ser ingratos com a televisão! Aliás, ela nos proporciona muitas vantagens e vamos falar de algumas delas. Os mais assíduos a ela, nota-se que são mais inteligentes. Seus assuntos são mais agradáveis, suas memórias são infalíveis, seus raciocínios são mais rápidos, são mais bem informados, são mais cultos e o mais importante, sabem da vida íntima de artistas e de outros que estejam em evidência.
Existem pessoas admiráveis pelo manterem suas televisões ligadas ao receberem visitas e isso faz que sempre retornem com o mesmo prazer. O aparelho não deixa faltar assunto.
Esse negócio aí, o tal efeito subliminar, dizem que ele influencia, sugestiona, sistematiza todo mundo, modula, padroniza, deve ser tudo mentira e eu num to nessa não!

Altino Olímpio

Leia outras matérias desta seção
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber
 » Má temática da vida
 » Avenida Paulista amarelada
 » Tempo e a submissão a ele
 » Os simples e os gênios da humanidade
 » História apavorante
 » É proibido e pecado se suicidar
 » O castigo existe?

Voltar