26/05/2008
Fim do mundo


Tivemos várias profecias sobre o fim do mundo e a última teria sido para o próximo passado ano dois mil, o que, aconteceu e ninguém percebeu. A referência aqui é para a humanidade que como tal sucumbiu e em seu lugar soberana está uma nova raça: a desumana. Contrária a tudo o que moral e religiosamente se instituiu entre os seres humanos, a nova raça mais está a desenvolver as aptidões deformadas contidas nelas. Remanescentes da raça que recentemente foi substituída sentem-se como alienígenas assustados vivendo num mundo agora estranho não mais regido pela razão. Esta perdeu sua posição para o distúrbio psicológico. Ele é quem mais está na regência dos “valores” pelos quais muitos se submetem. Membros dessa nova geração estão inseridos em todos os lugares.
Constituintes dessa nova raça “promissora” têm trâmite legal entre os seus relacionamentos virtuais, isto é, pelos computadores e eles degeneram tudo. Uma avalanche de hipocrisia é vista na tela do monitor do computador quando imagens “maravilhosas” servem de fundo para mensagens também tão “maravilhosas” enviadas de um para outro do mesmo grupo a que pertencem. Querem enganar cúmplices iguais que são praticantes dos mesmos exemplos contidos nas mensagens. E são tantas que qualquer pessoa pode ficar tonta. Coitados! Nada de si mesmos eles têm para enviar. Quando tem, no mais são banalidades, veleidades e mesmo vaidades. Nesse “reinício” de mundo agora com a diminuição das distâncias e do tempo entre elas facilitadas pela tecnologia da comunicação, muitos de seus habitantes descobriram o prazer pelo que é irrelevante e também repugnante.
 

Altino Olímpio

Leia outras matérias desta seção
 » Somos o que pensamos?
 » Se não fosse os outros...
 » Fluxo de sensibilidade
 » Será que a vida é uma ilusão?
 » A marca da besta
 » Convém não pensar
 » Adeus dia de Finados
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber

Voltar