19/12/2008
Mundo Maravilhoso

Em silêncio misturar-se com a população o ouvido capta conversas das quais elas se revelam na mais importância para seus interlocutores. O assunto entre três homens era sobre o Felipão, o técnico de futebol ora atuando no exterior. Num olhar disfarçado de indiferença observou-se que os três estavam envolvidos de corpo e alma num tema dos mais importantes do mundo e o mesmo também o é até para presidente de país. Apenas ouvindo o assunto sem a evolução necessária para poder tomar parte da conversa, a emoção toma conta e é preciso um esforço para conter as lágrimas. Homem e mídia congraçados em objetivos comuns e nada é mais gratificante do que isso. Em suas reportagens externas a mídia sempre seleciona para entrevistar, mesmo rapidamente e felizmente, os mais esclarecidos. Sendo um desses, um rapaz do sul depois que o seu clube de futebol se tornou campeão disse o seguinte: Eu já tenho tudo na vida, não preciso de mais nada. Ao ouvir e ver isso no jornalismo da TV, a inveja se instala e tortura muito. Recentemente, depois da noticiada alteração nas percentagens da arrecadação do imposto de renda, um rapaz inteligente se manifestou muito feliz. Com essa alteração agora vai ganhar ou lhe sobrar trinta reais por mês. Disse que é muito dinheiro. É verdade, é muito dinheiro sim! É uma felicidade vermos muitas pessoas comuns se enriquecendo. Do alto, a simpatia recai sobre as donas de casa. O desejo é torná-las muito felizes, pois, lhes é sugerido comprar geladeiras, televisores e outros utensílios para substituir os já usados. Só foi esquecido o tanque de lavar roupa comum para intensificar a felicidade feminina. É muito difícil ser infeliz neste mundo onde todos são irmanados. O computador é um bom exemplo disso. A troca de mensagens entre seus usuários, aquelas que passam ou repassam com conteúdos tão lindos e sobre um fundo mais ainda, isso, faz com que as lágrimas rolem até ao chão de tanta emoção que provocam. Isso é tão profundo que se fica amando tanto, tanto e tanto os amigos que, se eles morressem seria impossível continuar vivendo. Mas, nem tudo é “cor de rosa” porque ainda existem os antiquados, aqueles que nada repassam e só escrevem recados --que horror-- derivados de seus próprios pensamentos. A vida é muito bonita como também assim é a humanidade. Nos últimos dois mil anos ela evoluiu tanto que é difícil se encontrar um ser humano ainda inconsciente. Com todos conscientes foi possível transformar este planeta num belo jardim do universo e somos a “menina dos olhos” de Deus. Ninguém dentre a população é vazio de bons propósitos e de seriedade. Esse contágio geral de reais valores contribuiu para a ansiedade da comunicação entre nós. Mais nenhum ser humano nos decepciona. Instituições e mais instituições foram fundadas com o prognóstico de promover este paraíso terrestre e felizmente elas atingiram esse propósito. Como vemos, elas não fracassaram. “Paz na terra aos homens de boa vontade”.

Altino Olímpio

Leia outras matérias desta seção
 » Se não fosse os outros...
 » Fluxo de sensibilidade
 » Será que a vida é uma ilusão?
 » A marca da besta
 » Convém não pensar
 » Adeus dia de Finados
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber
 » Má temática da vida

Voltar