20/06/2011
Espiritualidade

 Espiritualidade

Recentemente li um artigo sobre espiritualidade. Inicia-se com esta frase: “Espiritualidade é um estado de consciência”. A seguir o autor cita muitos exemplos do que seja a espiritualidade, como, “é o que se leva no coração, é discernimento em ação, é o amor em profusão, é sentir a vida que pulsa em todas as coisas, é respeitar a si mesmo para respeitar o próximo, paz de espírito, e etc”. Tudo isso o autor conceitua como sendo espiritualidade. Discordo! Isso tudo só tem a ver com o modo de ser de um ser humano considerado normal. Mas, o que seria espiritualidade? É um conceito surgido da concepção da “parte” etérea do corpo chamada de alma. O homem esteve a definir que ela é imortal. Disso proveio a especulação sobre o existir de outro “mundo” onde a alma continuaria a existir tendo para si a eternidade. Lembrando, essa espiritualidade é um conceito subjetivo não comprovado objetivamente, embora, pela crença popular a maioria acredita na sua existência. Mantendo apenas por aqui a concentração de seus pensamentos e indiferentes ao que possa existir além deste planeta, os seres humanos se consideram exclusivos no universo. Acreditam ser especiais para um Deus, que, é onipresente em todo o planeta terra (se em outro planeta também, isso nem se fala). No ensejo para obter privilégios espirituais provenientes do Todo Poderoso, existem as organizações religiosas, místicas, esotéricas, gurus e outros. Para as “tentativas” são eficientes. Se os seres humanos esquecessem suas autoimportâncias, talvez, pudessem intuir que o universo com suas convulsões e explosões prossegue na criação, expansão e destruição de seus astros, indiferente ao que possa ocorrer na terra e, se existe Deus ou se as criaturas daqui morrem e continuam existindo, se existe um paraíso e etc. Essas coisas parecem não existir na imensidão, onde, estrelas e planetas surgem, crescem, diminuem, implodem, buracos negros sugam tudo que existe ao redor e etc. --Talvez, suguem até mesmo espiritualidade (risos). Então leitor, texto meio confuso este, não? Você não entendeu bem, não é? Não entendeu o texto, mas, pode entender tudo sobre alma, espírito, pra onde vão, se vão voltar e quando. Parabéns, isso é que é espiritualidade. É um poder espiritual esse de concretizar ou substantivar o abstrato. Sendo assim ninguém mais duvida da existência de outro mundo invisível para seres invisíveis.

Altino Olympio

Altino Olímpio

Leia outras matérias desta seção
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber
 » Má temática da vida
 » Avenida Paulista amarelada
 » Tempo e a submissão a ele
 » Os simples e os gênios da humanidade
 » História apavorante
 » É proibido e pecado se suicidar
 » O castigo existe?

Voltar