29/01/2013
Os mais de cinquenta

Os mais de cinquenta

Nos últimos domingos de cada mês, um bom número de pessoas se reúne em São Paulo no Restaurante Bovinu’s da Avenida Paulista das doze às dezesseis horas. São pessoas de vários bairros da capital como também algumas de outras cidades. A descontração é geral e a intimidade se faz aumentar entre os participantes. Parece uma confraternização entre membros de uma mesma família. Nas quatro horas em que perduram esses encontros, quaisquer desagrados oriundos da existência de cada um que possam existir são totalmente esquecidos. A alegria é contagiante naquele ambiente quando todos se sentem irmanados. Brincadeiras, risos e sorrisos e às vezes até cantorias ecoam pelo espaço reservado aos “de bem com a vida” naqueles instantes de inocência e puerilidade adulta. Suas fisionomias de “estou contente, estou feliz, estou me divertindo” ficam registradas em muitas fotografias e estas para apreciação são inseridas na internet. Quando lá pelas dezesseis horas finda a prazerosa convivência, nem todos vão embora. Alguns continuam trocando conversas pela calçada da Avenida Paulista. Local muito agradável aos domingos para se descontrair. Esses encontros ou reuniões existem também em outros estados brasileiros e tiveram início através do site de relacionamento www.maisde50.com.br e contava-se mais com a presença feminina. Agora mais homens estão participando desses encontros. Pra os que gostam de relacionamento humano entre pessoas bem humoradas, tais encontros lhes serão agradáveis.

                                                                                                   Altino Olympio 



Leia outras matérias desta seção
 » Fluxo de sensibilidade
 » Será que a vida é uma ilusão?
 » A marca da besta
 » Convém não pensar
 » Adeus dia de Finados
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber
 » Má temática da vida
 » Avenida Paulista amarelada

Voltar