19/04/2017
A Vila Leão história agora

Meu pensamento sobrevoou sobre tempos que não retornam e perambulou pelos caminhos das emoções de quando o viver era um encanto com características sublimes. Meu pensamento, então, subiu até o último degrau da escada de acesso à minha casa (da Indústria Melhoramentos, risos) que se situava entre a Vila Nova e a Vila Ilha das Cobras do Bairro da Fábrica do hoje Município de Caieiras do Estado de São Paulo. Meu pensamento se transformou na imagem de como eu era e estando sentado no último degrau da escada tendo ao lado o Lulu, o cachorro preto e branco, meu amiguinho de então. Acomodado naquele “camarote” fiquei assistindo ao espetáculo diário do vai e vem das pessoas vindas ou voltando para a Vila Leão.

A passagem delas pela minha casa era obrigatória. Os operários da vila que se substituíam em seus turnos das seis, das quatorze e das vinte e duas horas na indústria de papel, foram acompanhados pelo meu olhar quando pela minha rua passaram. Meu olhar também seguiu o desfile das moças da “Sala de Escolha” e de outros setores da fábrica. O bom desse meu perambular foi “ver” que ninguém envelheceu e nem eu (risos).

A relação dos nomes abaixo me foi enviada pelo amigo Francisco Freitas, ao qual agradeço. São eles os nomes dos “chefes de família” assim como se dizia antigamente. São de uma geração anterior a minha. Todos ou quase todos já morreram. Se alguém sobrou dá pra contar nos dedos das mãos. Seus filhos que são da minha geração, vários já morreram também. A Vila Leão também morreu. Lá agora não tem mais casas, só a mata reside por lá. Agora parodiando o cantor Roberto Carlos “As lembranças me chegam sempre em noites tão vazias; E mexem tanto com minha cabeça; Quando o sono chega o dia já nasceu...”. E quando amanhecia o dia naquele rincão...

https://www.youtube.com/watch?v=tB_czdHNBcw

Altino Olympio

RELAÇÃO DOS MORADORES DO BAIRRO LEÃO- ANO DE REFERENCIA DE + ou -- 1958

(Nota: o ponto e vírgula entre os nomes de uma mesma casa indicam a sucessão de proprietários)

RUA DE ENTRADA DO BAIRRO:

LADO DIREITO DE QUEM CHEGA AO BAIRRO

1 JACOB FAVA

2 LUIZ NANI; ANGELIN FAVA

3 FRANCISCO CAPATAZ

4 BENEDITO DE ABREU; ZÉ GUARDA

5 GERALDINO MAZAROPI (PAI DO CALIPIA)

6 ACESSO AO SITIO DE JOSÉ PASTRO

7 WILSON TEIXEIRA; LUIZ PEREIRA DE ARAÚJO (BUGIU)

8 ORLANDO SANTANA (QUIMBO)

9 GERALDO FARIAS; ATIE PINTOR

103 CAMBUQUIRA (ANTONIO OLIMPIO)

10 ANTONIO CALONICO

11 CAMPINHO DE FUTEBOL

LADO ESQUERDO:

12 ANTONIO ALVES

13 JOSÉ DE ARMAS

14 LUIZ GABRIEL

15 ERNESTO SILVA ( JAÚ BREQUISTA)

16 DONA MARIA BUENO

17 JOÁO SERIGATTI; ANTONIO CASOL

18 JOSÉ GODOI

19 CONSTANTE MANDRI

RUA DE BAIXO

LADO DIREITO

20 JOSÉ CAMARGO

21 JOSÉ DA SIVA (COLACA); SEVERINO MAZIVIEIRO

22 AURELIO BERTOLLO

23 ALFREDO RODRIGUES

24 ANTONIO PIRACAIA; BASILIO MOLINARI

LADO ESQUERDO

25 EMILIO MANDRI

26 HEITOR VINCI; BENTO O. PASSOS; LUIZ PEDRONI

27 JOÃO DOMINGUES

28 GILDO BERTOLLO

29 MARCONDES

30 UBALDO PASTRO; ANTONIO CARDOZO (CARDOZINHO)

NO FINAL DA RUA EXISTIA UMA COCHEIRA QUE PERTENCIA AO SR JOSÉ SPERA,

DEPOIS A DIREITA UMA ESTRADA QUE DAVA AO LIXÃO, TANQUE DE LIXIVIA E VILAS TICO-TICO E VILA EDUARDO

RUA DE CIMA

LADO ESQUERDO

39 BARRACÃO DE FERRAMENTAS DA TURMA DE CONSERVA DE ESTRADAS

40 JOAQUIM TEZOURO; JOÃO JULIATO

41 JOSE NICOLAU BITAR

42 STEFAN CSERNIK Fº (PISTE); LAZARO BARBOSA (CAXAMBÚ); ABELARDO MARTINS

43 LEÃO ROSOLEN; IVO ROSOLEM; SEBASTIÃO RODRIGUES

44 PEDRO DELLA RIZZA

45 HÉRCULES BOTONI; ANTONIO ALMEIDA

46 BENEDITO PANSUTI

47 REINALDO VICENTE(ITALIANINHO)

48 MANOEL VIEIRA (MANECO GUARDACHUVEIRO)

49 JULIO FAUSTINO

50 BENEDITO ZACARIOTTO (DONA JÚLIA EMFERMEIRA)

51 SEBASTIÃO ALBINO

52 LAZÁRO DE MORAES

53 MATIAS MARTINS RAMOS

54 JOSÉ MARTINS (VAO)

100 FRANCISCO ZOMIGNAM

LADO DIREITO

55 SEBASTIÃO (DONA LILA)

56 AMÉRICO MENEGUINE

57 JORGE DIAS DE MORAES

58 PEDRO MUCELINE

59 FRANCISCO BENTO

60 JÃO BENTO

61 VALDEMAR BABOIM

62 VITÓRIO FORESTO

63 AUGUSTO BERTOLINO

64 ANTONIO BERTAGLIA

65 MARIA DA CONCEIÇÃO

66 REINALDO LOPES; JOÃO FAVRIN

RUA DE ACESSO A IGREJINHA

LADO ESQUERDO

SENTIDO IGREJA

79 SERGIO ANTONIO

80 VITÓRIO ROSSI; ALOIS STRANCHE;BICO BABOIN; GERALDO CARDOZO

81 JOSÉ SPERA

82 SOLÃO

83 VICENTE MARINO

84 JOSÉ VIEIRA

85 JOSÉ CARDOZO (PAI DO AGENOR CARDOSO)

86 QUARTO DE SOLTEIROS

87 JOÃO ZOMIGNAN

LADO DIREITO

88 JOSÉ ALBINO DE OLIVEIRA (JUCA); JOÃO NASCIMENTO

69 ANTONIO BENTO (BENTINHO)

90 ABELARDO MARTINS

91 JOÃO CINTRA

92 ALEXANDRE RAVÁZIO

93 ANTONIO MANDRI; VITOR BARRICHELO

94 PAULO KOSZTIKS

95 ??

104 IGREJA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

RUA DA CASINHA DE FORÇA

LADO ESQUERDO DO CAMPINHO PARA CIMA

67 JOÃO BERTOLLO

68 VIELA ONDE EXISTIAM AS BOMBAS DÁGUA

69 ODAIR MIRANDA; BRUNO CARDOZO

70 FREDERICO DECRESCE; MAURILIO MANDRI; AMADOR CAPATAZ

71 AUGUSTO DE FREITAS

72 FRANCISCO FOSCARINI (KEKO); BENEDITO PEREIRA MARQUES(FAISCA); ADOLFO MOLINARI

73 LUCIANO PETRONI

74 MARIO MOLINARI (PINTOR)

75 BENEDITO CARDOSO (TICÃO CORUJA)

76 JOÃO CHIATI

77 SEBASTIÃO LEONCIO; ANTONIO CARREIRO

LADO DIREITO DO CAMPINHO PARA CIMA

78 CASINHA DE FORÇA - TRANSFORMADOR

RUA DE TRÁZ

LADO DIREITO DE QUEM SOBE

31 PEDRO FURQUIM

32 JOAQUIM ALBINO

33 MARIA DE SOUSA (MARIA MINEIRA)

34 JOSÉ RODRIGUES DA FONSECA (PERERECA)

35 JOSE PEDRONI

36 ORLANDO VINCE (CAMARÃO)

37 JOSÉ MIRANDA; GERALDO FAVA

38 ANIBAL MAZIVIEIRO; JOSÉ LUIZATO DOS SANTOS

LADO ESQUERDO

NO LADO EQUERDO NÃO TINHA CASAS ERA PARTE MAIS ALTA OS MORADORES USAVAM PARA CRIAR GALINHAS, CABRAS, E TAMBÉM PARA CULTIVAR MILHO, MANDIOCA E FAZEREM SUAS HORTAS, PARA SEUS SUSTENTOS.

NOTA: NUMEROS DAS CASAS CONFORME MAPA DO BAIRRO – NUMEROS NÃO OFICIAIS

FRANCISCO JOSÉ VANGUELLO DE FREITAS

CHICO TREM-2012

 



Leia outras matérias desta seção
 » O mundo e a humanidade
 » O desprendido
 » As primas Meneghini Olimpio
 » Em tempo o reconhecimento
 » O passado “vive” no presente
 » Parque da Àgua Branca
 » A vida como ela é e não é
 » Mundos em crise
 » A droga da felicidade
 » Brasileiro é tão bonzinho
 » Mundos opostos
 » Os príncipes desencantados
 » O homem e suas limitações
 » Deus nos livre dos parentes
 » A Banda da ilusão
 » As noites dos ricos
 » Cocheira e política
 » Reencarnação seletiva
 » O homem e a sua razão
 » A morte nunca se aposenta

Voltar