14/05/2018
Entrada provisória e saída temporária

No Brasil sempre nos acercamos de notícias das quais o povo só pode saber, mas, legalmente interceder, não. Isso faz parte das leis que foram aprovadas pelos que são desaprovados pelo povo (risos). Como a mídia divulgou nestes dias, aquela que foi a mentora do assassinato dos pais para ficar com a herança deles ganhou a “saidinha temporária” para o Dia das Mães mesmo não tendo mãe para visitar, já que ela foi assassinada a mando da filha. Pressinto que há alguma coisa errada nessa saidinha temporária, mas, não consigo imaginar o que seja (risos).

Também temos tido noticias sobre algumas prisões que foram provisórias, porque, logo os aprisionados foram presenteados com um habeas corpus fornecido por um juiz apaixonado por reverter injustiças. “Assim caminha a humanidade” bem doida para judicialmente evoluir (risos).

Convenhamos irmãos, nenhum outro país tem espetáculos circenses iguais a estes deste nosso país. Aqui os que são tratados como palhaços não ficam se apresentando nos picadeiros. E eles ainda pensam que apenas são assistentes como querem os organizadores dessas legais aberrações nacionais (risos). Sobre a prisão provisória e a saída temporária, ambas estão sob a proteção ou conveniência da justiça que, como dizem, é cega. Mas, cegos não seriam os legisladores das leis que são consideradas injustas e até dificultam que justiças sejam feitas acertadamente?

 

Altino Olympio



Leia outras matérias desta seção
 » Somos o que pensamos?
 » Se não fosse os outros...
 » Fluxo de sensibilidade
 » Será que a vida é uma ilusão?
 » A marca da besta
 » Convém não pensar
 » Adeus dia de Finados
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber

Voltar