25/06/2018
Desinformação e distorção da verdade

Nestes tempos quando mais se percebe o alastrar da ignorância, mais as notícias falsas divulgadas podem ser aceitas como verdade. Desde há muito tempo o brasileiro gosta de entender e se utilizar de frases curtas do idioma inglês, às vezes sem mesmo entendê-las. A frase curta de agora é “fake news” que significa notícias falsas, mentiras, “enganos” e etc. Até um ministro da corte mais alta do Brasil utilizou tal fake news ao discorrer que essa modernidade linguajar poderá até afetar as eleições deste ano de 2018. Até pareceu ser uma traição do nosso idioma português. Aqui no Brasil essa coisa de “a moda pega” afeta até quem tem o dever de proteger o nosso idioma pátrio que já se encontra tão corrompido com pronúncias estrangeiras. Vi e ouvi repetidas vezes o ministro dizer “fake news”. Mas, que falta de sensibilidade (risos). “Notícia falsa” seria mais conveniente.

Desde muito tempo a fake news, ou melhor, as notícias falsas (caramba, até eu agora com essa pronúncia estrangeira na cabeça, isso ‘pega’ mesmo) povoam a mídia e ultimamente mais na mídia internet temos tantas e tantas divulgações dos milagres que alguns alimentos produzem para a saúde. Remédios caseiros para isso, para aquilo, alimentos naturais que curam de tudo e etc. Muitos aderem a tais recomendações para depois de algum tempo perceberem que tudo foi em vão, perda de tempo. É impressionante como existem pessoas que adoram divulgar fatos improváveis e até aqueles fatos do “ouvi dizer” que é muito bom (risos). Impressionante como existem tantos seres adultos ainda crianças que deveriam estar chupando pirulito ao invés de ficarem divulgando incoerências e mentiras.

Na greve dos caminhoneiros iniciada no fim do mês de maio deste ano (2018) foi quando mais li e ouvi dizer que “o povo acordou”. Verdade que veio a se comprovar no mês de junho quando vi no meu bairro muita gente trajando a cor amarela significando a união pelo Brasil. Imaginando todas as cidades e todos os seus bairros deste país “amarelado” dá pra notar como todos se unem por uma causa nobre como é a Copa do Mundo de Futebol. É verdade, “povo unido nunca será vencido”. A não ser pelos convencidos de suas impunidades (risos). Mas, até agora a muito desejada “intervenção” desejada por uma grande parte do povo tem sido também fake news? Parece que “estamos no mato sem cachorro”. Não temos faro para desconfiar das mentiras travestidas de verdade desta selva donde existem muitos bichos traiçoeiros e politiqueiros

 

Altino Olympio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Leia outras matérias desta seção
 » Zumbido nos ouvidos
 » Mundo conturbado pelos que não evoluíram
 » Desinformação e distorção da verdade
 » Chegando ao começo do fim da vida
 » Nada de novo sob o sol
 » Quando havia fascinação
 » Nossos heróis morreram e outros não nasceram
 » Quem é você leitor?
 » Clube da Terceira Idade de Caieiras
 » Comparação decepcionante
 » Passeio do viver interior
 » Entrada provisória e saída temporária
 » A redundância só irrita
 » Cinemas antigos:Aquele mundo romântico acabou
 » Como era verde o meu vale
 » O viver é a viagem para o morrer
 » Percepção extrassensorial ou sexto sentido
 » Os acasos são os casos inesperados
 » A proteção desprotegida
 » Cinema paradiso de Caieiras

Voltar