01/04/2019
O desamparo nunca é citado

Desde a tragédia da Cidade de Pompéia na Itália do ano 79 d.C. até a tragédia da Cidade de Brumadinho do Estado de Minas Gerais no Brasil em 2019, com mais de trezentos mortos devido o rompimento de uma barragem de rejeitos, muitas outras tragédias também existiram. Naquela Cidade de Pompéia a erupção do vulcão Vesúvio matou cerca de vinte mil pessoas como consta no relato da história da humanidade. As tragédias que são as guerras também vitimaram milhões de pessoas. Aqui neste país também é tragédia o número de mortes de seus habitantes por assassinatos.

Por esse mundo afora quantas tragédias já existiram vitimando tanta gente de uma só vez? Entretanto, nenhuma proteção existiu para os que foram as suas vítimas. Será que não há proteção contra as mortes quando elas são vítimas do destino (risos). Como fato aceito que não houve proteção para milhões de pessoas vítimas dos fatos citados acima, haveria a possibilidade de haver proteções individuais como muitos acreditam?

Aqui também tem sido uma tragédia o manejo com que muitos políticos conseguiram espoliar este país e consequentemente levar a ruína milhões de brasileiros. Outra tragédia destes tempos é a mentira que não tem fronteiras para ela se impor contra a verdade, contra a coerência, contra a sinceridade e contra a honestidade. Nem contra as mentiras existem controles, proibições, proteções (risos).

Quais são as proteções que não são superstições? Questioná-las imparcialmente, isto é, sem os preconceitos sobre como elas possam ser, isso, pode nos levar a definir as que sejam superstições ou não. Agora, para brincar com quem gosta de refletir, se houvesse uma punição para aqueles que “não” acreditam em mentiras, poucos seriam punidos pelo desacreditar do que a maioria sempre se distrai e se entretém em acreditar (risos).

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » Fim de domingo
 » Mas que falta de consideração
 » Nada como poder falar e aparecer
 » Minhas andanças por ai
 » Agora temos contatos, mas não com tatos
 » Quem sabe, sabe e conhece bem
 » A enganação parece eterna
 » A grande fraternidade branca
 » Os dias que sempre nos esperam
 » Frases ou lembranças que me chegam
 » O paraíso perdido
 » Penso, logo existo. jargão antigo
 » Os ladrões do tempo
 » A sacanagem não muda
 » Para os que não pensam pensarem
 » Não é tudo que o tempo modifica
 » O braço direito do homem
 » O inexplicável sentido da vida
 » Tempos e contratempos
 » Raciocinar cansa muito

Voltar