26/08/2019
O passado convive com o presente

O passado convive com o presente

Voltar ao passado tendo música para nos guiar

O pensamento se desfaz do presente

E o passado surge como se fosse um presente

Misturado com saudade que não é de alegria

É de nostalgia que entristece a gente

Traz lembranças que pareciam perdidas

De quando parecia que tínhamos mais vida

Parecia que a felicidade era bem sentida

Nem imaginava que ela iria ser despedida

Naquele passado eu ainda não tinha passado

Só tinha aquele presente sem pensar em futuro

Nem desconfiava que a vida fosse me trazer apuros

Eu fui regido pela infantilidade da ingenuidade

E depois pelas ilusões que iludem a juventude

Os presentes de agora são diferentes dos de outrora

Parece que só existem pelo passar das horas

Nada deixará para ser lembrado como história

Antigamente se vivia com os anos que estavam vindos

Hoje ao contrário cada vez mais eles vão ficando findos

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » Conversa ocasional
 » Por que viemos ao mundo?
 » O passado convive com o presente
 » Os traídos e os traidores
 » Os exagerados do Youtube
 » Os que não sabem são os que mais sabem
 » Brasil, fonte do saber
 » Seres humanos que muito irritam
 » A Torre de Babel brasileira
 » Pegando pesado
 » Pensamentos lúcidos
 » O diálogo entre um Ateu e um Espírita
 » O gostar de alguém sem o alguém saber
 » Má temática da vida
 » Avenida Paulista amarelada
 » Tempo e a submissão a ele
 » Os simples e os gênios da humanidade
 » História apavorante
 » É proibido e pecado se suicidar
 » O castigo existe?

Voltar