» Colunas » Saúde

19/12/2011
Diabéticos e exercicios físicos .

Conheça os riscos e os cuidados necessários para essa prática.

É comum as pessoas pensarem que os diabéticos não praticam exercícios físicos por medo de provocar hipoglicemia?

Acredito que não seja esse o motivo de eles não praticarem o exercício físico, mas todos devem ter conhecimento dos riscos e tomar os cuidados necessários caso ocorra a hipoglicemia durante o exercício. Não se deve praticar qualquer tipo de atividade física sem monitorar a glicemia.


Quais os exercícios que a pessoa com diabetes deve ou pode fazer?

Os exercícios recomendados são aqueles com os quais a pessoa tem uma maior afinidade. Não adianta impor exercícios em que o portador de diabetes não se sinta bem ou que não goste. Não se deve pensar em exercícios somente para obter um bom controle glicêmico. Um programa ideal para obter sucesso no controle do diabetes deverá conter exercícios que englobem a capacidade aeróbica, o fortalecimento muscular e o aumento da flexibilidade. Portanto, qualquer exercício pode ser feito com uma orientação adequada.

Quais benefícios a prática de exercícios físicos traz para o diabético?

Diminuição da resistência insulínica, aumento da ação da insulina e dos medicamentos orais, captação de glicose no período pós-exercícios, controle do peso corporal, colaborando na redução dos riscos cardiovasculares, aumento do fluxo sanguíneo e da circulação dos membros inferiores, prevenindo aterosclerose, contribuição na redução do colesterol e triglicérides, redução da pressão arterial, diminuição da perda de massa óssea e aumento de força muscular, contribuindo na diminuição dos riscos de quedas, melhora da sensação de bem-estar e diminuição da ansiedade e depressão.

A ingestão de suplementos alimentares pode ser feita? Que cuidados devem ser tomados nesse sentido?

O ideal é consultar um nutricionista e fazer uma avaliação nutricional. Deve-se levar em conta se possui alguma complicação crônica do diabetes, como a nefropatia. Nesse caso é contraindicada a suplementação de proteínas, que é bastante utilizada para aumento de massa muscular. A ingestão de alimentos é sempre a mais indicada.

E quais outros cuidados e dicas os diabéticos podem adotar?

O exame médico autorizando a prática do exercício, com o eletrocardiograma de esforço sugerido pela Associação Americana de Diabetes (ADA) para acima de 35 anos, e o exame oftalmológico no caso de complicações crônicas são essenciais para iniciar a prática da atividade física. Podemos ainda incluir a Avaliação Física, em que são avaliadas as condições físicas atuais para uma adequada e individualizada prescrição do exercício. A pessoa deve levar consigo um cartão de identificação dizendo que é diabético, onde esteja anotado como proceder em caso de emergência (nome do médico, telefone, como lidar com hipoglicemia etc.).

Para os usuários de insulina, é correto afirmar que as atividades físicas não devem coincidir com o horário de pico?

De acordo com a ADA, é recomendado não se exercitar no horário de pico da ação para evitar uma possível hipoglicemia, porém isso dependerá do valor da glicemia no início do exercício e do tipo de insulina que é administrada. Mas, caso não seja possível a mudança no horário de aplicação ou mudança no horário da atividade, deve-se monitorar a glicemia e, se necessário, ingerir carboidrato durante o exercício.

Escrito por William Ricardo Komatsu graduado em Educação Física pela Fefisa, especialista em Fisiologia do Exercício e Personal Training e é pós-graduando a nível de mestrado e doutorado em Ciências Endocrinológicas pela Disciplina Endocrinologia pela Unifesp.


Idmed

Leia outras matérias desta seção
 » Artrite reumatóide x hemopressina
 » Cirurgia combinada catarata mais buraco macular
 » Coronavírus o que temos hoje para combater
 » Própolis vermelha é anticancerígena
 » Catarata: proteína pode estar ligada a ela
 » Coronavírus: Vitamina D ajuda
 » Bactérias da Antartica contra o câncer
 » Corticóides contra o coronavírus
 » Zolgensma o absurdo de US$ 2 milhões
 » Com tratamento precoce risco de morte cai
 » Colchicina age contra o coronavírus
 » Tuberculose novos fármacos para o futuro
 » Coronavírus: perda repentina do olfato
 » Coma Ovo.....ou não ?
 » Guaraná contra o diabetes tipo 2
 » Nova terapia para o mal de Parkinson
 » Coronavírus são seis tipos com sintomas diferentes
 » Coronavírus: teste pelo plano de saúde
 » A pandemia e a depressão em crianças
 » Coronavírus x tipo sanguineo


Voltar