21/08/2023
Poucos ouvem a música

Poucos ouvem a música

Aqueles que dançam são considerados loucos por aqueles que não conseguem ouvir a música. Friedrich Nietzsche (1844-1900)

Tentando entender: Como a frase acima veio de Nietzsche, para ele “aqueles que dançam” só podem ser os filósofos que são considerados loucos por aqueles que não têm nível mental para entende-los. Desde os primórdios da existência humana sempre existiram e ainda existem aqueles que mentalmente se sobressaíram dos demais. Os desta época são como se eles vivessem a parte da maioria daqueles que vivem apenas por viver sem a preocupação ou sem a necessidade de expandir as suas mentes para auferirem conhecimentos para as suas evoluções mentais.

Pessoas com mais conhecimentos, elas têm pensamentos diferentes dos demais que são considerados como pessoas simples. Simples são aqueles que vivem apenas para o alimento, para o trabalho e para o entretenimento. Cada pessoa interpreta e compreende o mundo ou a vida a partir de suas experiências vividas, que, lhes estão memorizadas, como, suas crenças, seus valores e etc.  As diferenças ou discórdias de opinião sempre existem devido ao fato de que as pessoas têm experiências vividas diferentes, crenças diferentes, valores diferentes e etc.

Isso induz a se manter calado diante de pessoas que têm suas ideias arraigadas em suas mentes sem ter tido raciocinado sobre elas para comprovar suas veracidades. Muitas pessoas têm a verdade de suas ideias apenas em seus intelectos sem nunca as ter confirmadas na prática. O mundo está repleto de pessoas assim que acreditam no que nunca experienciaram. Suas cabeças tendo abrigado suposições que não se realizam e abarrotam suas mentes, as impede de entender (ouvir a música) temas mais profundos.  É por isso que “poucos ouvem a música que faz com que aqueles que dançam não sejam considerados como sendo loucos”.

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » O sistema sempre cai
 » Pensar nos pensamentos
 » Ele está voltando
 » Qual é o sentido da vida se é que existe algum?
 » A alma humana em destaque
 » Melhor não seria nós só crermos...
 » Mundo desprotegido
 » Nesta época quantos iluminados existem no mundo?
 » Opiniões ou conclusões impopulares
 » Turismo na UPA de Perus
 » A solução
 » No mundo existem crédulos e incrédulos
 » Joana d’Arc (1412 – 1431)
 » Foram tempos de fascinação
 » Não vou, é muito longe
 » Somos acúmulos do que mentalmente recepcionamos
 » Quando a vida é bela ou cor de rosa?
 » Reflexões 
 » Só sei o pouco que sei e mais nada
 » Conversa entre amigos do antigo Orkut

Voltar