11/09/2023
Conhecimento e desconhecimento

Conhecimento e desconhecimento

O que o conhecimento pode fazer para quem o tenha? Ele pode fazer com que uma pessoa que o tenha fique mais convivendo com ele, isto é, se torne fanática com o querer saber até que se esqueça de viver a vida com o que ela tenha de melhor para oferecer. Se isola dos demais que não têm o mesmo interesse de saber. Entretanto, as pessoas simples ou comuns aproveitam a vida tendo os seus relacionamentos sociais e suas participações em entretenimentos saudáveis e alegres.

Geralmente, para os que têm conhecimento intelectual ou filosófico, os que não têm os mesmos interesses lhes são indiferentes. Mas, estes, em contrapartida ou em compensação insinuam que quem lê muito acaba ficando louco, assim como me disse uma vez o saudoso Senhor Júlio Valbuza de Caieiras, meu padrinho de batismo (risos). Felizmente, na velhice os conhecimentos podem ficar enfraquecidos e mesmo esquecidos para quem os possuí e isso faz com que se retorne à simplicidade de viver para morrer na tranquilidade (risos). 

Aqueles escritores e filósofos que foram famosos por causa de seus conhecimentos, será que eles conseguiram, de fato, transferi-los para os muitos que os leram? Talvez não, pois, muitos daqueles que tiveram acesso a tais ensinamentos apenas os leram para o satisfazer de seus intelectos. Parece que tais conhecimentos não se tornaram práticos para as suas vidas. Os filósofos permaneceram sendo filósofos e os seus leitores continuaram sendo apenas leitores (risos).  Mas, expor para outros tido interesse de ler os filósofos faz bem para a vaidade (risos). Quantas pessoas no mundo praticam os ensinamentos que aprenderam lendo a Bíblia?

 

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » É verdade que quem morre descansa?
 » O sistema sempre cai
 » Pensar nos pensamentos
 » Ele está voltando
 » Qual é o sentido da vida se é que existe algum?
 » A alma humana em destaque
 » Melhor não seria nós só crermos...
 » Mundo desprotegido
 » Nesta época quantos iluminados existem no mundo?
 » Opiniões ou conclusões impopulares
 » Turismo na UPA de Perus
 » A solução
 » No mundo existem crédulos e incrédulos
 » Joana d’Arc (1412 – 1431)
 » Foram tempos de fascinação
 » Não vou, é muito longe
 » Somos acúmulos do que mentalmente recepcionamos
 » Quando a vida é bela ou cor de rosa?
 » Reflexões 
 » Só sei o pouco que sei e mais nada

Voltar