30/11/2011
Holly Wood Actors

 

HOLLY WOOD  ACTORS

Gabriel Monteiro e Hermano Leitão


I – ATO

(Assistente com prancheta na mão aguarda a chegada do diretor)

Geraldo Antonys Celsius – Olá, olá galera!

Cininha Camurati – Oi diretor, boa noite! Ai senhor Geraldo Antonys Celsius, eu nem acredito que estou tendo essa oportunidade de trabalhar com o senhor. Ai parece um sonho, deixa eu te tocar pra ver se é verdade, me belisca!?

Geraldo Antonys Celsius – (belisca forte)

Cininha Camurati – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI!

Geraldo Antonys Celsius – Tá satisfeita, minha filha??? Podemos começar o trabalho ou vai ficar com histeria? Odeio histeria! O DE I O!

Cininha Camurati – Ah... obrigada diretor. Já ganhei uma lembrança, vou mostrar pra todas as minhas amigas!

Geraldo Antonys Celsius – Então minha filha, os candidatos já chegaram? Quantos se inscreveram pro CASTING?

Cininha Camurati – Eu recebi 5 inscrições, mas só chegaram 3 até agora...

Geraldo Antonys Celsius – Odeio atraso! O DE I O! Vamos esperar só 10 minutos!

Cininha Camurati – Senhor Geraldo Antonys Celsius, se eu fizer uma pergunta o senhor vai achar ruim?

Geraldo Antonys Celsius – Odeio perguntas... O DE I O! Mas se for inteligente pode fazer.

Cininha Camurati – okay. O que é ser diretor?

Geraldo Antonys Celsius – Eu pedi uma pergunta inteligente... Agora eu vou responder para você não ficar com essa cara de mingau. ODEIO cara de mingau. O DE I O! Só para você saber quem eu sou, eu vou responder...

Cininha Camurati – Ah obrigada, diretor! Só um momentinho que eu vou anotar!

Geraldo Antonys Celsius – Ser diretor, minha filha, é mandar nos atores. Basicamente isso, entendeu?

Cininha Camurati – E se... é... e se os atores não entenderem, diretor?

Geraldo Antonys Celsius – Odeio ator que não entende... O DE I O!

Cininha Camurati – Ah... entendi. E se o ator quiser trazer alguma contribuição?

Geraldo Antonys Celsius – Não minha filha, eu gosto de fazer tudo, pra ficar perfeito. Odeio contribuições.... O DE I O!

Cininha Camurati – Ah... entendi. Ah por falar nisso, eu li a peça... mas eu não entendi....

Geraldo Antonys Celsius – É, dá pra ver pela sua cara que você não entende muita coisa né? Mas eu vou dar um desconto, porque é uma peça muito original! É a estória de dois homens que se apaixonam pela mesma mulher! Foi por essa originalidade que eu escolhi o tema, entendeu???

Cininha Camurati –  Mas eu já ouvi falar de estórias parecidas...

Geraldo Antonys Celsius –  Não minha filha, você está totalmente enganada... essa é a primeira que eu leio. Além do que, o autor vai pagar toda a produção, OK?

Cininha Camurati – Por falar nisso, diretor, quanto que eu vou ganhar?

Geraldo Antonys Celsius – Experiência minha filha, muita experiência!

Cininha Camurati – Ah, que bacana. E os atores? Vão ganhar alguma coisa?

Geraldo Antonys Celsius – Minha filha, você não tem noção mesmo né? ODEIO gente sem noção, O DE I O! Eles vão trabalhar comigo! Vai pro curriculum deles. Dirigido por GERALDO ANTONYS CELSIUS! Que maravilha! Quer mais do que isso?

Cininha Camurati – Ah, entendi. E que tipo de ator a gente está procurando?

Geraldo Antonys Celsius – A gente não minha filha, EU.. eu estou procurando.

Cininha Camurati – Ah, entendi. E que tipo de ator o senhor está procurando?

Geraldo Antonys Celsius – Anota ai. Tem que cantar, dançar, interpretar, não ter restrições a cenas de sexo e nudez, e se possível, vegetariano.

Cininha Camurati – Ah, entendi. Posso chamar os atores? Já se passaram 10 minutos.

Geraldo Antonys Celsius – Não. Você só faz o que eu mandar ok?  Odeio gente que quer passar na minha frente, O DE I O!

Cininha Camurati – Ah, entendi.

Geraldo Antonys Celsius – Pronto. Agora EU quero que você chame o primeiro ator.

Cininha Camurati – Tá, vou chamar!

Geraldo Antonys Celsius – Ai, não sei onde fui descavar essa tonta, odeio gente lerda, O DE I O!


(Entra primeiro ator)

Cininha Camurati – Senhor Geraldo Antonys Celsius, este é o primeiro candidato.

Geraldo Antonys Celsius – Como é seu nome meu filho??

Gianinni Wanderley – Gianinni Wanderley

Geraldo Antonys Celsius – Como?

Gianinni Wanderley - Gianinni Wanderley

Geraldo Antonys Celsius – Ah não meu filho. Pra começar você precisa mudar esse nome! O nomezinho desconjuntado. Odeio nome desconjuntado. O DE I O !!

Cininha Camurati – Ah eu gostei!

Geraldo Antonys Celsius – Cala boca, sua merda!

Gianinni Wanderley – É que eu juntei o nome do meu avô e do meu tio, pra ficar um nome artístico internacional!

Geraldo Antonys Celsius – Internacional? Não tem nada a ver meu filho. Mas vamos passar pra outra etapa que depois resolvemos esse inconveniente. Onde você estudou?

Gianinni Wanderley – Na escola de artes dramáticas – CURUPIRA!

Cininha Camurati – Ah, já ouvi falar, é boa...

Geraldo Antonys Celsius – É muito boa mesmo... de não fazer!? E quais foram as peças que você já atuou?

Gianinni Wanderley – Ah, eu fiz “Abalou Bangu”, “Hair” versão Bangu e “Assalto em Bangu”.

 

Geraldo Antonys Celsius – É, me parece que você tem experiência em Bangu! Muito bom, gosto de atores especializados! Mas me mostre o seu talento de interpretação.

Gianinni Wanderley -  Farei um monólogo!

Cininha Camurati – Ai que bacana! Mostra!


Geraldo Antonys Celsius – Cala boca! Odeio gente intrometida, O DE I O! Quem te pediu opinião? Alguém pediu? Ninguém, então recolha-se a sua insignificância! Pronto, pode fazer seu monólogo!

Gianinni Wanderley – Então lá vai!

- Oh, meu amor...!
- Diga, meu bem amado!
- A cotovia cantou, para ver os olhos da minha amada!
- Não, foi para eu sentir perfume que exala do meu amado!
- Oh, tu és tão bela!
- Oh, tu és tão belo!

Cininha Camurati – Diretor isso não é monólogo! É um diálogo! E bem meloso por sinal!

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzz! Menina como pode ser diálogo, se é só um que está fazendo? Mono, um, entendeu? Odeio gente que não sabe fazer conta, O DE I O! Deixa pra lá! E dançar, você sabe?

Gianinni Wanderley – Ah, dançar eu sei!

Geraldo Antonys Celsius – Okay, vamos ver então! Solta o som!

Gianinni Wanderley – (dança macarena)

Geraldo Antonys Celsius – Parabéns! Muito bom! Muito bom! Agora senti firmeza!

Cininha Camurati – Mas diretor, não gostei não, achei meio desconjuntado! Ele não tinha de entrar no ritmo?

Geraldo Antonys Celsius – De novo você? E você entende de coreografia minha filha? Fique quietinha e deixe o gênio trabalhar, okay?

Cininha Camurati – Ah, entendi.

Gianinni Wanderley -  Firmeza, diretor?

Geraldo Antonys Celsius – Certo... agora vamos para a ultima parte do teste, você sabe cantar?

Gianinni Wanderley – Cantar?

Geraldo Antonys Celsius – Sim! Cantar!


Gianinni Wanderley – Cantar, cantar assim de cantar eu não sei!

Geraldo Antonys Celsius – Como não sabe cantar? Você está me fazendo perder tempo! E eu odeio perder tempo, O DE I O! Próximo!!!

Cininha Camurati – É pra chamar o próximo?

Geraldo Antonys Celsius – E o que foi que eu acabei de falar? É pra chamar o próximo sim sua lesma!

Cininha Camurati – Ah, entendi. Próximo! Próximo!

Geraldo Antonys  Celsius – Ai meu deus, estou cercado de incompetentes! Odeio incompetentes, O DE I O!

(Entra segundo candidato)

 

Cininha Camurati – Senhor Geraldo Antonys Celsius, este é o segundo candidato

Geraldo Antonys Celsius – Como é seu nome meu filho?

Murillo Benzinho - Murillo Benzinho

Geraldo Antonys Celsius - Hum, nome de futuro, meu filho!

Cininha Camurati –  E se ele mudar o benzinho? Achei que não tem nada a ver!

Geraldo Antonys Celsius – Fica quieta!

Murillo Benzinho – Obrigado, senhor diretor!

Geraldo Antonys Celsius – Então, onde você estudou?

Murillo Benzinho – Eu fiz o técnico ator do SENAC!

Cininha Camurati –  Dizem que é bom lá!

Geraldo Antonys Celsius – Ah.. famoso... então, tá! Em que peças você já atuou?

Murillo Benzinho – ”Vidas Secas”, “Vidas Molhadas” e “Vida ingrata”

Geraldo Antonys Celsius – É uma boa vivência!

Cininha Camurati –  E eu fiz “Vidas Eternas”!


Geraldo Antonys Celsius – Quem???

Cininha Camurati – Eu!!!

Geraldo Antonys Celsius – Perguntou? Sua lazarenta! Odeio gente que quer se mostrar! O DE I O! Bom, voltando ao que interessa, você dança? 

Murillo Benzinho – Nossa, amo dançar!

Geraldo Antonys Celsius – Ah! Então, solta o som!

Murillo Benzinho – (dança – bonde do tigrao)

Geraldo Antonys Celsius – Fantástico! Divino! Que molejo!

Cininha Camurati –  E se ele dançasse uma coisa mais clássica?

Geraldo Antonys Celsius – E o que você entende de proposta artística musical? Nem fale que não me interessa! Odeio gente sem cultura! O DE I O! E cantar, você sabe?

Murillo Benzinho – Ah com certeza! Sou tenor!

Geraldo Antonys Celsius – Que do caralho! Cante, então!

Murillo Benzinho – (canta – I´ll survive)

Geraldo Antonys Celsius – Nossa que sentimento! Eu sinto em você um sentimento...

Cininha Camurati – De dor de barriga!

Geraldo Antonys Celsius – Dor vai sentir você se não calar essa boca!

Cininha Camurati – Ah, entendi.

Geraldo Antonys Celsius – Bom, pra finalizar, eu quero que você dê um texto para eu ver o seu talento.

Murillo Benzinho – Vou interpretar um trecho de Romeu e Julieta, de Shakespeare!
“Romeu, Romeu, ó Romeu!
Onde estás que não te encontro!
Ó Romeu!
Aonde você se meteu?”

Geraldo Antonys Celsius – Espera ae! Você está interpretando a Julieta!

Murillo Benzinho – Não! É o Romeu!

Geraldo Antonys Celsius – Não meu querido, você está dizendo “ROMEU ROMEU”, e isso quem diz é a Julieta!

Murillo Benzinho – Ah é?

Geraldo Antonys Celsius – É!

Murillo Benzinho – Droga!!!! Fiz isso em um monte de testes!!!

Geraldo Antonys Celsius – Okay! Próximo!

 

(Entra terceiro candidato)


Cininha Camurati – Senhor Geraldo Antonys Celsius, esta é a terceira candidata.

Geraldo Antonys Celsius – Por São Jorge, qual é seu nome, minha filha?

Cassilda Wanessa – Cassilda Wanessa. Cassilda com dois esses e Wanessa com W e dois esses!

Geraldo Antonys Celsius – Que nome do caralho!

Cininha Camurati – Eu tinha uma amiga que trabalhava na Augusta que também se chamava Wanessa, com W e dois esses!

Geraldo Antonys Celsius – E o que eu tenho a ver com isso, minha filha? Sua xarope! Odeio gente xarope! O DE I O! Então, Wanessa, onde você estudou?

Cassilda Wanessa – Ah, por todo lugar e nenhum lugar especificamente. Mas eu acompanho seu trabalho com muito carinho, desde que decidi ser atriz! Você é meu ídolo!

Geraldo Antonys Celsius – Já vi que você tem futuro minha filha! É assim mesmo! Se espelhando nos melhores!

Cininha Camurati – Mas ela não estudou nada? Nenhuma formação?

Geraldo Antonys Celsius – Cala boca, despirocada! Odeio gente que não tem visão! O DE I O! Então, minha filha, você já fez alguma peça?

Cassilda Wanessa – Ahn.. na verdade não, eu me guardei para dar o melhor para um diretor como o senhor.

Cininha Camurati – Sem experiência profissional? Não dá!

Geraldo Antonys Celsius – Quem não vai dar é você minha filha! Alias, eu acho que você deveria começar! Odeio gente que não se manca! O DE I O!

Cassilda Wanessa – Ah, mas eu sei um poema lindo que aprendi em Canoa Quebrada!

Geraldo Antonys Celsius – Pode declamar, Wanessinha...

Cassilda Wanessa –

Éter na mente
É ter na mente
E terna mente
Eterna mente
Eternamente

Cininha Camurati – Ficou ó.... uma bosta!

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzz!! Lindo! Que profundo! Que viagem! E dançar, você sabe, Wanessinha?

Cassilda Wanessa – Ah, dançar só a dois! O senhor me ensina?

Cininha Camurati – O que ela está fazendo aqui? Dona Cassilda, acho que você entrou na porta errada!

Geraldo Antonys Celsius – E por falar em porta, minha filha, vai buscar água pra mim!?

Cininha Camurati – Mas o senhor quer com gás ou sem gás?

Geraldo Antonys Celsius – Tanto faz, só sai 2 minutos da minha frente, que você já está me fazendo um grande favor! Então Wanessinha, e cantar, você sabe?

Cassilda Wanessa – Eu não canto, eu encanto.

Geraldo Antonys Celsius – Aprovada! Aprovadíssima! Até que enfim achei alguém que tem talento! Parabéns, manteremos contato.

Cassilda Wanessa – Ai obrigada, diretor!Vai ser um prazer enorme trabalhar com o senhor!

Geraldo Antonys Celsius – Ah, eu tenho certeza que será um prazer imenso! Agora você poderia me fazer um favor? Chame a dona Cininha de volta!

Cininha Camurati – Ainda não passou 2 minutos, eu to contando!

Geraldo Antonys Celsius – Não importa! Já temos nossa atriz principal! Já chegou os outros candidatos?

Cininha Camurati – Vou ver!


(Entra o quarto candidato – FAKE)


Cininha Camurati – Senhor Geraldo Antonys Celsius, este é o quarto candidato.

Geraldo Antonys Celsius – Como é seu nome, meu filho?

Tommy Cruzado – É... Tommy... Tommy Cruzado!

Cininha Camurati – Bem feito!

Geraldo Antonys Celsius – É, tem valor esse nome. Poderoso! Muito bem, onde você estudou?

Tommy Cruzado – Estudei no.... é... ACTOR STUDIOS !


Geraldo Antonys Celsius – Actor Studios? Aquele lá de HOLLYWOOD?

Tommy Cruzado – HOLLYWOOD?? É... é esse sim...

Cininha Camurati – Ah, deve ser por isso que eu acho que te conheço de algum lugar! Você não me é estranho!

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzz!!! Odeio gente que acha que conhece tudo! O DE I O! Deixa pra lá! Então, quais foram as peças que você já fez?

Tommy Cruzado – Fiz, “UM BONDE CHAMADO DESEJO”, “ESPERANDO GODOT”, “ A TEMPESTADE”, “ PEQUENOS BURGUESES” e participei de “RAMBO II”

Geraldo Antonys Celsius – Nossa! Que bagagem!

Cininha Camurati – Ah! Acho que é daí que eu te conheço! RAMBO II! Adorei o Silvester Stallone no filme!

Geraldo Antonys Celsius –  Bzzzzzzzzzzz!!! Você tem cara mesmo de quem gosta do Stallone! Odeio o Stallone! O DE I O! Deixa pra lá. Então, você sabe dançar?

Tommy Cruzado – Fiz estágio no Bolshoi e no Cisne Negro. E um pás de deux com Ana Botafogo.

Geraldo Antonys Celsius – Que do caralho!

Cininha Camurati – Mas você parece tão novo pra ter tanta experiência!

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzzz! Minha filha, com 16 anos eu já era diretor! Odeio gente que tem preconceito com idade! O DE I O! Deixa pra lá. Em homenagem a música clássica... Solta o som!

Tommy Cruzado – (dança – forró)

Cininha Camurati – Dançarino Clássico dança com a ponta dos pés?

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzz!!! Minha filha, você não tá vendo que estamos na frente de um gênio? Inovador! Odeio gente que não tem percepção. O DE I O! E além de tudo isso, você canta!?

Tommy Cruzado – Fiz um dueto com Maraya Carey em Londres.

Cininha Camurati – Não sabia que ela tinha gravado um dueto.

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzzzzz!!! Não temos culpa da sua desinformação. Odeio gente desinformada! O DE I O!!! Deixa pra lá, cante o que sabe!

Tommy Cruzado – ( canta – rosinha )

Cininha Camurati – Pra quem cantou com Maraya Carey, estou desapontada. Não esperava por isso!

Geraldo Antonys Celsius –  Bzzzzzzzzzzzzzz!!! Minha filha, esperança de CÚ é ROLA! Odeio gente pretensiosa. O DE I O!Ah, deixa pra lá, agora para finalizar, me mostre seu talento interpretando!

Tommy Cruzado – Vou interpretar um trecho de Henrique IV, de Shakespeare!

A-la-fé, um indivíduo corpulento, de presença majestosa, semblante alegre, olhar prasenteiro, e ademanes nobre, que poderá ter cinqüenta anos, ou talvez mesmo já se abeire dos sessenta. Sim, agora me recordo: chama-se Falstaff. Se esse indivíduo for inclinado à devassidão, é que me iludio redondamente, porque leio, Harry, virtude nos seus olhos. Se se conhece a árvore pelo fruto, como fruto pela árvore, declaro peremptóriamente que há virtude nesse Falstaff. Liga-te a ele e desterra os demais.

Cininha Camurati – Ele não exagero na expressão física não, diretor?

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzzzz!!! Minha filha, você não viu que o texto pede uma performance física como a que ele mostrou? Muito bem por sinal. Odeio gente despreparada, O DE I O! Deixa pra lá! Meu querido, você é ótimo, talentoso, com bagagem. Está contratado!

Tommy Cruzado – Ai, graças a deus. Obrigado diretor.

Geraldo Antonys Celsius – Manteremos contato para marcarmos os ensaios.

Tommy Cruzado – Legal, valeu.

Geraldo Antonys Celsius – Minha filha, chegou mais algum candidato?

Cininha Camurati – Não sei...

Geraldo Antonys Celsius – Está esperando o que para ir ver.

Cininha Camurati – Ah, entendi. To indo.

Geraldo Antonys Celsius - Odeio gente lerda. O DE I O!


(Entra quinto candidato – FAKE)


Cininha Camurati – Senhor Geraldo Antonys Celsius, este é o quinto candidato.

Geraldo Antonys Celsius – Qual é o seu nome, meu rapaz?

Kevin Ferro – Kevin Ferro.

Cininha Camurati – Kevin Ferro?? Que nome.....Que nome mais..... mais....

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzzz!!! É ótimo o nome dele. É um nome.... um nome.... Sonoro! Odeio gente sem sensibilidade artística, O DE I O! Deixa pra lá, você estudou onde?

Kevin Ferro – Eu fiz oficina nos estúdios da Universal, em Hollywood!

Cininha Camurati – Nossa! Só atores com experiências internacionais! Que legal!

Geraldo Antonys Celsius – Querida, olha bem pra minha cara. Você acha que eu sou pouca bosta? Estão vindo por minha causa, minha! Entendeu? Odeio gente que não se liga, O DE I O! Deixa pra lá, que trabalhos você já fez?

Kevin Ferro – Bom, já fiz vários trabalhos, entre eles “As preciosas ridículas”, “A cantora careca”, “Yerma”, “Escola de mulheres” e participei do filme “Rocky VI”.

Cininha Camurati – Outro que trabalhou com o Silvester Stallone! Mas eu pensava que esse filme tinha ido só até o Rocky V.

Kevin Ferro – Não, é que a gente só fez o making off do filme!

Geraldo Antonys Celsius – Ainda bem, Odeio o Stallone. O DE I O! Deixa pra lá, você sabe dançar?

Kevin Ferro – Claro, fui assistente de coreógrafo da Caterina Zetha Jones, no filme “CHICAGO”.

Geraldo Antonys Celsius – Que do caralho!


Cininha Camurati – Puxa!

Geraldo Antonys Celsius – Então vamos lá, mostra pra mim! Solta o som!

Kevin Ferro – (dança – tell me more – grease)

Cininha Camurati – Nossa, você foi mesmo o assistente de coreógrafo da Caterina Zetha Jones?

Kevin Ferro – Fui, sim!

Cininha Camurati – E ela aceitou???

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzz!!! Odeio gente indiscreta! O DE I O! Eu adorei, tem classe! E cantar, você sabe?

Kevin Ferro – Fui eu que dirigi o meddley do elefante, com Nicole Kidman e Ewan McGregor em “MOULIN ROUGE”.

Geraldo Antonys Celsius – Que do caralho! Então cante , meu querido!

Kevin Ferro – (canta – lady marmalade)

Cininha Camurati – Nossa, meu inglês está péssimo, não entendi nada!

Geraldo Antonys Celsius – Bzzzzzzzzzzzzzzz!!! Ele cantou em francês, animal de teta! Você não ouviu os VULELE QUAQUAQUA? Odeio gente que não sabe francês! O DE I O!

Cininha Camurati – Ah, entendi.

Geraldo Antonys Celsius – Ah, deixa pra lá. Bom meu querido, agora para terminar, quero que você interprete algo de seu agrado, okay?

Kevin Ferro – Vou interpretar uma fala da peça “Anfitrião” de Molliere

Rèvé-je? Est-ce que je sommeille?
Ai-je l´esprit troublé par dês transports puissants?
Ne sens-je pás bien que je veille?
Ne suis-je pás dans mon bon sens?
Mon maître Amphitryon ne m´a-t-il pas commis
A venir en ces lieux vers Alcmène sa femme?
Ne lui dois-je pas faire, en lui vantant sa flame,
Um récit de ses faits contre nos ennemis?
Ne tiens-je pas du port arrivé tout à l´heure?

Geraldo Antonys Celsius – Que do caralho! Adoro russo!

Cininha Camurati – Mas isso não é francês?

Geraldo Antonys Celsius – Que francês o que? Isso é da época do Czares! Odeio gente que não sabe história! O DE I O! Deixa pra lá, meu querido, você foi aprovado, manteremos contato, okay ?

Kevin Ferro – Ai nossa, que beleza! Valeu, diretor!

Geraldo Antonys Celsius – Cininha, feche as inscrições! Temos nosso Casting!

 



Leia outras matérias desta seção
 » Mãe de Santo prevê morte
 » Petrobras, a perda trilionária
 » Professor complacente, aluno incompetente
 » Agosto de quem? Sai fora, Dilma!
 » Cinquenta anos em cinco horas
 » Shakespearando
 » Holly Wood Actors
 » Shakespearing
 » Neny Hotel Inn
 » Tratado sobre a burrice ao alcance de todos
 » O$ TRAN$KETEIRO$
 » LULA da SILVA: pragmático ou desnudo?
 » Jean que Ri & Jean que Chora
 » Cavalheiros de Shakespeare
 » Almas suspeitosas
 » Almas Perfumadas

Voltar