18/10/2018
Meu Amigo!

Eu passei o dia pensando o que escreveria para você!!!!!!

As vezes nao há palavras que façam alusão verdadeira ao que sentimos.

E hoje estou assim: sem palavras!

Voce é meu maior incentivador. 

Sabe aquela pessoa que nunca olhou nos seus olhos mas acredita em você; aquela pessoa que não apertou sua mão mas que acaricia sua alma; aquela pessoa que você nunca viu, escutou a voz ou acenou de longe?; e mesmo assim esteve presente durante toda sua vida sem voce saber?

Pois é, você é "aquela pessoa".

E realmente voce sempre fez parte de minha história, e você sabe bem disto. 

O que estava em suspenso era o momento em que nos conheceríamos!

E sim! Voce entrou em minha vida (ou eu na sua, sei la!). 

De um modo um tanto atípico onde emails, textos e meias palavras sao nosso elo mais forte.

Forte porque foi assim que voce foi aprendendo sobre mim e eu sobre voce:

sem muitas delongas, um sentir como brisa do mar, que acontece como a vida tem que ser! 

E hoje acredito que tocar o coraçao de alguém é o ato mais simples de fazer : basta sentir com vontade de estar presente, de ajudar, de acarinhar.

Voce, tocou meu coração.

Mais que um amigo, um anjo, um guia, uma esperança para mim.

Obrigada multiplicado pelo numero de estrelas brilhando nesta vastidão do universo.

Você é meu herói!

Sempre a me salvar de mim mesma!

E esta sou eu: melodramática e sentimental ..rsrsrs como diria minha Mãe ! e entre meias palavras, e mails, textos.

Tenho a impressao de nao ser fiel a tudo que estou sentindo e agradecida.

Mas uma palavra de muito significado para mim, fala por si : namastê!

Daniele Cassia

N.R. texto publicado em 20 de Julho por ocasião do Dia do Amigo



Leia outras matérias desta seção
 » Meu Amigo!
 » O incêndio no Museu Nacional
 » Diário de uma jovem Mãe
 » Depressão: O beijo da morte
 » Depressão: os ruídos
 » A bolsa misteriosa de Anabella
 » Amizade
 » Em Terra de cego quem tem olho é rei?
 » Inspiração
 » Se disser que esperará, espere!
 » Eu acredito na humanidade!
 » A bituca de cigarro
 » Os filhos voam!
 » Ser limpante ou o trabalho caseiro
 » Carícia da vida
 » A verdade
 » As palavras matam ou morrem ?
 » Matemática simples
 » Família um conceito complexo
 » Altruísta egoísta
 » A pequena bolsa de Anabella
 » À deriva (?)
 » Adeus ano velho
 » Quando o bem não faz bem!
 » Forever
 » Quero Poetar!
 » “O Abutre”!
 » Me permito amar?
 » Quebrar-se
 » A felicidade
 » Impiedoso tempo
 » Quem sou eu ?
 » Esquecer
 » Esquecer @? - Olvidar
 » Fragmentos II
 » Fragmentos
 » Despertemos!
 » Transe no deserto
 » Destino ridículo !
 » O cortiço da vida
 » Círculo de desafetos
 » Sou um vulcão
 » Conversa com a àrvore
 » Encerrar ou cerrar ciclos?
 » A “basura” no México
 » Doença de amor
 » Poesia
 » As regras da vida
 » Os grandes homens....
 » Prelúdio à loucura
 » Razões para amar? Razões para o amor?
 » O mundo perdido dos sonhos!
 » Devaneios de um cérebro ?

Voltar